domingo, 31 de maio de 2020

ACOPIARA: NOVO BOLETIM DO COVID-19... 28 ESTÃO CURADOS


Bolsonaro vai a manifestação de apoiadores em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro participou mais uma vez, neste domingo (31), de uma manifestação de apoiadores do seu governo no centro de Brasília. Os manifestantes se concentraram na área em frente ao Palácio do Planalto, sede do Poder Executivo. Também houve uma carreata que percorreu a Esplanada dos Ministérios. 

Antes de caminhar perto da multidão, o presidente sobrevoou, de helicóptero, a região da Esplanada e da Praça dos Três Poderes, de onde acenou para as pessoas. Um trecho desse momento foi transmitido ao vivo pela página de Facebook oficial de Bolsonaro. 

Após o pouso da aeronave, o presidente caminhou pela via em frente ao Palácio do Planalto e cumprimentou os apoiadores. Em um determinado momento, Bolsonaro montou em um cavalo da Polícia Militar do Distrito Federal, acenando para os apoiadores. Em seguida, retornou para o Palácio do Planalto, de onde embarcou novamente no helicóptero para retornar ao Palácio do Alvorada, residência oficial. O presidente e boa parte dos manifestantes não usavam máscara, obrigatória em locais públicos do DF. A multa pelo descumprimento da norma pode chegar a R$ 2 mil.

Vestindo roupas verdes e amarelas, parte dos manifestantes protestou contra o Supremo Tribunal Federal (STF), com faixas e cartazes contendo dizeres como "Abaixo a ditadura do STF" e pedidos de intervenção militar na Corte. Uma operação autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, cumpriu, na semana passada, mandados de busca e apreensão contra pessoas investigadas por disseminação ilegal de notícias falsas. Em entrevista no dia seguinte ao da operação, o presidente Jair Bolsonaro disse que a ação foi uma forma de censurar as mídias sociais.

Ontem (30), o presidente foi de helicóptero para a cidade de Abadiânia (GO), a cerca de 120 quilômetros de Brasília. Ele estava acompanhado do deputado federal Major Vitor Hugo (PSL-GO), líder do governo na Câmara, do ministro Tarcísio Freitas (Infraestrutura) e por um dos seus filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Na cidade goiana, o presidente parou em uma lanchonete e cumprimentou populares.

Com informações Agência Brasil

Equipe da Fiocruz MG trabalha em vacina brasileira para covid-19

Em todo o mundo, cerca de 200 grupos de cientistas trabalham intensamente no desenvolvimento de uma vacina segura e eficaz contra a covid-19. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), pelo menos oito delas já iniciaram a fase clínica, de testes em pessoas.

A equipe brasileira, composta por 15 pessoas, é liderada pelo pesquisador Alexandre Vieira Machado, da Fiocruz em Minas Gerais, em parceria com outras instituições, como a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Instituto Butantã, a Universidade de São Paulo (USP) e a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Segundo Machado, o Instituto do Coração (Incor) de São Paulo também trabalha no desenvolvimento da vacina, liderado pelo médico Jorge Kalil, e há troca de informações entre as duas equipes. “Esperamos que nós possamos utilizar a deles junto com a nossa em alguns testes”, diz Machado.

Coronavírus

A atual pandemia de covid-19 é causada pelo novo coronavírus, chamado tecnicamente de Sars-CoV-2, uma mutação do vírus Sars-CoV-1, que provoca a Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars, da sigla em inglês). Segundo dados da OMS, a Sars registrou 8.098 casos e deixou 774 mortos em 26 países entre 2002 e 2003, com foco principal na Ásia.

Outro tipo de coronavírus causa a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers, da sigla em inglês), que deixou 858 mortos desde 2012, com um total de 2.494 casos em 27 países.

Covid-19 significa Corona Virus Disease, ou doença do coronavírus em português. O 19 se refere a 2019, ano em que foram divulgados os primeiros casos em Wuhan, na China. O Sars-Cov-2 já registrou quase 6 milhões de casos em todo o mundo, com mais de 360 mil mortos.

Machado explica que o vírus Sars-CoV-1 desapareceu depois do surto de 2002 e as pesquisas com ele foram interrompidas, por isso agora há mais dificuldade de se encontrar a vacina, com a pandemia em andamento e com um vírus muito mais contagioso e que causa uma doença grave. “É como ter que trocar o pneu de um carro em movimento descendo uma ribanceira”, diz o pesquisador.

“Não tem vacina pro Sars-CoV. É uma coisa muito triste e um recado para a ciência e para as agências de fomento. Somos frequentemente confrontados com doenças novas, como zika e chikungunya, e a volta de outras, como sarampo e febre amarela, isso desvia o foco das linhas de pesquisa e dos investimentos em vacina. Isso é ruim, porque se nós tivéssemos uma vacina aprovada para Sars-CoV-1, mesmo que fosse em fase clínica, numa plataforma que funcionasse, a gente poderia ter pulado algumas etapas”.

Vacina

Machado explica que o trabalho de sua equipe está sendo feito a partir de algum conhecimento acumulado com o Sars-CoV-1 e usa como base o vírus influenza recombinante, outra doença com sintomas respiratórios e mais grave em idosos, assim como a covid-19.

“Nós modificamos geneticamente o vírus da gripe, que é o vírus influenza, para que ele produza tanto as proteínas do vírus da gripe quanto uma proteína que nós chamamos de imunogênica, uma proteína que induz resposta imune, no caso ao Sars-CoV-2. Esperamos que uma pessoa vacinada com esse vírus tenha uma proteção contra a covid-19 e também à influenza”.

Porém, embora promissor, o trabalho ainda está longe de ser concluído. Segundo o pesquisador, o desenvolvimento laboratorial, com testes em camundongos, deve ser concluído em meados do ano que vem. Para só então iniciar a fase clínica, que é mais complexa e cara, pois exige mais estrutura, pessoal especializado e condições sanitárias específicas.

“A partir daí começa a parte clínica, usando outra espécie, como hamster, com mais controle de segurança, de toxicidade, de reações adversas. Depois que sair disso, ainda vai mais uns dois anos para entregar uma vacina com segurança para a população. Hoje é torcer para essas vacinas que estão em fase clínica, algumas delas, cheguem a termo e que nós tenhamos vacinas o suficiente para vacinar a população mundial”.

Segundo ele, uma das vacinas que já entrou na fase clínica foi o da Universidade de Oxford, no Reino Unido. A equipe britânica estava trabalhando com a vacina da Mers e testam agora com o antígeno do Sars-CoV-2. “Eles já tinham um conhecimento que colocou eles alguns passos adiante”, explica Machado, afirmando que, no momento, ainda há mais perguntas do que respostas sobre a vacina.

“Nós não sabemos ainda com quantas doses a vacina vai funcionar. Será que vai ter a mesma eficácia em jovens, idosos e crianças? Por quanto tempo a pessoa vai ficar imunizada? Essas questões todas têm que ser avaliadas e quanto mais opções nós tivermos de ferramentas, mais chances nós temos de chegar a um produto final”.

Equipes americanas e chinesas também estão na corrida para uma imunização para a covid-19 com resultados promissores.

Mas para o pesquisador, é fundamental que as instituições públicas do Brasil desenvolvam a vacina com tecnologia própria, para que o país seja capaz de proteger a sua população sem depender de outras patentes, muitas vezes desenvolvidas por empresas privadas.

“Isso é muito importante, porque a vacina para covid-19 nem existe e já tem briga por ela. Qual a garantia que o Brasil tem, se um laboratório no exterior conseguir produzir, que terá acesso a ela? E em tempo hábil? Então o Brasil ter uma vacina própria, com tecnologia própria, é soberania nacional e independência tecnológica. Hoje, vacina é geopolítica e ciência é poder”, afirma.

Com informações Agência Brasil

ACOPIARA: PROTOCOLOS PARA O FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS





Irmãos de 6 e 7 anos morrem após pegarem carro da avó e se acidentarem

Duas crianças morreram após pegarem o carro da avó e se acidentarem nos Estados Unidos. O mais velho, de 7 anos, estava dirigindo, com o irmão de 6 anos também no veículo.

A tragédia aconteceu na sexta-feira, em Kansas City, de acordo com a emissora KSHB. Eles eram da cidade de Independence.

De acordo com a polícia local, os garotos pegaram o Buick LaCrosse 2007 da avó e saíram com ele. Eles pegaram uma rodovia, e o carro saiu da pista, capotou e foi parar em uma árvore.

O acidente ainda causou um incêndio no veículo.

Os nomes dos garotos não foram revelados.

Com informações Uol notícias

Ato na avenida Paulista tem confronto entre grupos pró e contra Bolsonaro e bombas

A avenida Paulista transformou-se em palco de um confronto entre apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e participantes de um ato organizado por torcidas organizadas de futebol, entre elas a do Corinthians e do Palmeiras, que criticavam o presidente e pediam a defesa da democracia.

Os torcedores chegaram por volta das 12h. A Polícia Militar montou cordões de isolamento com separação de um quarteirão de distância entre eles. O grupo anti-Bolsonaro, vestido de preto, estava próximo ao Masp (Museu de Arte de São Paulo), enquanto os seguidores do presidente, com camisa verde e amarela, ficaram perto da sede da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

Cerca de uma hora depois, tiveram início as primeiras provocações com a chegada dos apoiadores de Bolsonaro. Parte de manifestantes contra o presidente furou o bloqueio e houve um confronto entre duas pessoas de lados opostos. A PM tratou de tentar dispersar, usando ao menos quatro bombas de gás e mais spray de pimenta.

O clima chegou a se acalmar, mas novo confronto teve início por volta das 14h, quando integrantes do grupo pró-Bolsonaro furaram o bloqueio e chegaram ao outro grupo. Houve novas bombas, enquanto os manifestantes contra Bolsonaro disparavam rojões e lançavam garrafas. Bombas foram atiradas pelos policiais apenas em direção ao grupo formado por integrantes de torcidas organizadas, ao mesmo tempo em que a PM tentava aumentar a distância do grupo indo em direção aos torcedores.

A reportagem do UOL apurou que ao menos um fotógrafo da agência de notícias EFE ficou ferido. A emissora Globo News disse que três pessoas foram detidas, mas a PM não confirmou a informação.

Em entrevista à Globo News, o secretário-executivo da Polícia Militar de São Paulo, coronel Álvaro Batista Camilo, afirmou que a medida foi tomada para "garantir a ordem". "Pessoas começam a jogar pedra contra polícia. Polícia não vai agir primeiramente, não vai confrontar sem necessidade, está lá para garantir ordem", explicou. Segundo ele, as imagens dos confrontos serão analisadas para determinar os responsáveis.

Por conta da confusão, a estação de metrô Trianon/Masp, da linha 2-Verde, foi fechada por volta das 15h30, e duas das entradas de acesso à estação Consolação também foram bloqueadas.

União de torcidas e primeiro confronto

O protesto das torcidas uniu corintianos e palmeirenses, e começou por volta das 12h. Eles estavam no vão livre do Masp. Por volta das 13h, a polícia separou o início de uma confusão entre dois manifestantes ao lado da estação Trianon Masp, do lado da avenida onde estavam os manifestantes bolsonaristas. O tumulto foi motivado por integrantes anti-Bolsonaro que furaram o bloqueio.

A PM soltou bombas de efeito moral e spray de pimenta para separar a confusão. Instantes depois, uma mãe com uma criança pediu a manifestantes das torcidas organizadas que não caíssem em provocação de manifestantes bolsonaristas.

Calmaria e nova confusão

Por volta das 14h, quando parte dos manifestantes já havia se dispersado dos dois lados, um pequeno grupo de apoiadores de Bolsonaro com camisetas da seleção passou pela manifestação contrária ao presidente, dando início a uma confusão. A tensão cresceu e, enquanto rojões e garrafas começaram a ser atirados na direção dos policiais, eles revidavam com bombas de gás e efeito moral, além de tiros de bala de borracha.

A Tropa de Choque começou a lançar bombas em direção aos manifestantes das torcidas organizadas e a polícia seguiu empurrando os manifestantes contra Bolsonaro em direção à rua da Consolação, no final da Paulista.

Por volta das 15h, a polícia seguia tentando dispersar os manifestantes contra o presidente, lançando bombas de gás e efeito moral. Manifestantes revidavam com pedras e rojões e se recusavam a deixar o local — um artefato explosivo caseiro em direção à PM. Os grupos faziam barricadas com grades e fogo. Bancas de jornal e lojas foram depredadas pelo caminho.

Segundo imagens da CNN, o ato pró-Bolsonaro continuou acontecendo com tranquilidade. Esses manifestantes não foram dispersados pelos policiais, que formaram um cordão de contenção para apoiadores do presidente. Nesse grupo, havia uma faixa chamando o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de genocida.

PM analisará imagens

Em entrevista ao canal GloboNews, o secretário-executivo da Polícia Militar de São Paulo, coronel Álvaro Batista Camilo, afirmou que foi preciso usar bombas de gás para dispersar manifestantes depois que um grupo começou a atirar pedras. Ele não soube informar se esse grupo estava do lado dos manifestantes favoráveis ou contrários ao governo Bolsonaro.

"A polícia estava lá para garantir a ordem e precisou agir para evitar o confronto entre os dois grupos, o que poderia gerar um problema maior", afirmou.

Camilo disse também que a PM vai analisar as imagens do protesto para identificar as pessoas que causaram o tumulto. "Não interessa o lado, aqueles que quebrarem ordem pública responderão perante a Justiça. Todas essas imagens estão sendo acompanhadas para que possamos responsabilizar essas pessoas no futuro".

Com informações Uol Notícias

CORONAVÍRUS: Brasil torna-se o quarto país com mais óbitos com 956 mortes

Os números foram atualizados na noite de ontem pelo Ministério da Saúde brasileiro, que acrescentou que o país totaliza agora 28.834 vítimas mortais, sendo que está ainda a ser investigada a eventual relação de 3.862 mortes com a doença.

Segundo o portal Worldometer, que compila quase em tempo real informações da Organização Mundial da Saúde, dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças, de fontes oficiais dos países, de publicações científicas e de órgãos de informação, o Brasil está agora apenas atrás da Itália, Reino Unido e Estados Unidos da América em relação no número de mortes.

O Brasil registrou também 33.274 novos casos de infecção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, um número diário recorde no país, totalizando 498.440 pessoas diagnosticadas desde o início da pandemia.

O Brasil ocupa o segundo lugar mundial em número total de infectados, apenas atrás dos Estados Unidos da América, que têm mais de 1,8 milhões de casos diagnosticados.

Ainda de acordo com a tutela da Saúde brasileira, o país já registrou a recuperação de 200.892 pacientes infectados e 268.714 estão sob acompanhamento.

O estado de São Paulo, que é o foco da covid-19 no país, concentra 107.142 casos de infecção e 7.532 mortes, seguindo-se o Rio de Janeiro, que soma 52.420 casos diagnosticados e 5.277 vítimas mortais.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 366 mil mortos e infectou mais de seis milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,4 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Com informações Notícias ao Minuto

Ceará inicia transição para reabertura econômica, mas com mais sete municípios em isolamento rígido

O governador do Ceará, Camilo Santana, confirmou ontem, com um decreto, a prorrogação das medidas de isolamento social no Estado por mais sete dias e apresentou as diretrizes para a fase de transição do plano de retomada da economia local. Mas com a propagação do coronavírus no interior, o chefe do Executivo estadual anunciou, também, que mais 7 cidades deverão implementar medidas mais rígidas de isolamento, assim como Fortaleza.

A partir de segunda-feira (1º), Caucaia, Maracanaú, Sobral, Acaraú, Itapipoca, Itarema e Camocim terão de seguir medidas sanitárias mais duras. Os sete municípios já registram mais de 7,4 mil casos confirmados de covid-19 e 340 óbitos causados pela doença, segundo a Secretaria da Saúde.

Outras 55 cidades tiveram, no decreto publicado na noite de ontem (30), a recomendação de adotar mais rigor no combate à pandemia do novo coronavírus.

O governador voltou a mencionar a importância das medidas de isolamento para conter a propagação do novo coronavírus no Estado. E ainda disse que, apesar do início da fase de transição, o projeto da retomada será pautado pelas orientações dos especialistas da saúde. Os indicadores de contaminações, internações e óbitos pela Covid-19 serão observados constantemente para determinar se as fases terão continuidade no tempo previsto de 14 dias para cada etapa.

"Publicamos um novo decreto pelo Estado onde estabelecemos a renovação do isolamento social em todo o Ceará, medida que tem feito com que o Poder Público possa ampliar a rede de saúde pública durante a pandemia do novo coronavírus", disse.

Já o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, comentou que os índices da Capital apontam para uma estabilização, mas que é preciso manter a situação sob controle nos próximos dias. "Temos uma tendência leve e discreta de redução de óbitos. E uma menor demanda por atendimentos maiores, mas reforço a importância de ficarmos em casa", disse o prefeito.

Interior

Entre as cidades onde o isolamento será intensificado, Sobral é a quem mais tem casos, com 2,1 mil, e 68 mortes, conforme dados da plataforma Integra SUS. De acordo com a Prefeitura de Sobral, a decisão do governador está baseada no aumento do número de casos na região. "O município de Sobral já havia adotado medidas mais rígidas de controle desde o dia 8 de maio. Neste domingo, o prefeito Ivo Gomes expede decreto municipal ratificando o decreto do governador", informou a prefeitura.

Caucaia informou que publicará novo decreto na segunda-feira com medidas mais rigorosas, uma vez que os números de casos confirmados ainda não estão estabilizados. Maracanaú afirmou que ficou determinado que o isolamento social rígido será aplicado a todas as atividades que não estão autorizadas a funcionar. Em nota, a prefeitura disse se comprometer a contribuir na fiscalização do isolamento.

Em Itapipoca, a prefeitura informou que se prontificou a fazer tudo o que for necessário para evitar o avanço da doença, tanto na cidade como nos distritos.

No município de Itarema, o governo municipal informou que "ratifica a adesão ao lockdown (barreira), conforme orientação do Governo do Estado do Ceará". Já Acaraú disse que "vai apoiar as medidas". A cidade tem 484 casos. A reportagem não conseguiu contato com Camocim e Itapipoca.

Comércio

Representante do principal setor da economia do interior, o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Ceará (FCDL), Freitas Cordeiro, afirma que a decisão é necessária e não surpreende porque já se sabia do crescimento de casos de Covid-19 no Interior.

"É uma medida acertada. Se os indicadores são confiáveis, temos de adotar as providências de fechar. Desde o início, entendemos que a primeira medida é salvar vidas, depois vêm os negócios. Nunca pleiteamos a volta sem cuidado",observa.

Com informações Diário do Nordeste

Estudo chinês adverte o uso da máscara em casa para impedir propagação do vírus

Atualmente é obrigatório usar máscara em espaços públicos fechados, tais como em farmácias, supermercados ou nos transportes públicos. E é ainda recomendado o uso do acessório em locais onde não é possível manter o distanciamento social. 

Todavia, investigadores chineses afirmam, num estudo publicado na revista científica BMJ Global Health, que a máscara também deve ser utilizada dentro de casa de forma a reduzir o risco da infecção se propagar entre familiares que vivam sob o mesmo teto.

Os especialistas revelam que esta prática é 79% eficaz na contenção do propagação do coronavírus em espaços habitacionais - mas somente antes de se manifestarem sintomas da Covid-19 na primeira pessoa infectada. 

A recomendação surge após os investigadores terem questionado 460 pessoas de 124 famílias na cidade de Pequim, na China, acerca da higiene do seu lar e comportamentos adotados durante a pandemia. 

Risco atenuado

Em média, cada família era composta por quatro pessoas, mas o valor podia variar entre duas a nove, e era comummente integrada por elementos de três gerações. 

Entre fevereiro e final de março, a chamada transmissão secundária - propagada a partir da primeira pessoa infectada para os outros membros da família - ocorreu em 41 das 124 famílias. 

Um total de 77 adultos e crianças foi infectado deste modo, o que corresponde a uma 'taxa de ataque' de 23%, ou cerca uma em quatro. 

Cerca de um terço das crianças envolvidas no estudo contraíram o vírus (36%), comparativamente a mais de dois terços dos adultos (cerca de 69,5%). 

Doze das crianças experienciaram sintomas ligeiros; e uma não foi afetada por qualquer tipo de sintoma. A maioria (83%) dos adultos também sofreu de sintomas ligeiros; cerca de um em dez experienciou sintomas severos, e um indivíduo adoeceu gravemente. 

O uso diário e frequente de desinfetantes, abrir janelas e manter pelo menos um metro de distância dos demais foi associado a um risco menor de transmitir o novo coronavírus, inclusive em casas habitadas por muitas pessoas. 

Todavia, e em particular, os investigadores notaram que o uso de máscara dentro de casa antes da manifestação de qualquer sintoma revelou ser 79% eficaz, e a desinfecção 77% eficiente, inibindo o vírus de se propagar. 

"Este estudo confirma o elevado risco de transmissão dentro de casa, e que a adoção de medidas de precaução [não farmacêuticas], tais como o uso de máscara, desinfecção de superfícies e distanciamento social no próprio lar são eficazes na prevenção da propagação da Covid-19 durante a pandemia, independentemente do tamanho da casa e do número de pessoas que lá vivem", escreveram os investigadores. 

Com informações Notícias ao Minuto

ACOPIARA: CONHEÇA O PLANO DE REABERTURA DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS






Ceará chega a 3 mil mortes por coronavírus; Estado tem 48 mil casos confirmados da doença

O Ceará chegou a 3.003 mortes em decorrência do novo coronavírus, conforme a última atualização às 14h12min deste domingo (31), da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). No Estado, foram registrados 48.311 casos de Covid-19.

No sábado (30), os resultados de 22.350 testes foram acrescentados no balanço, segundo a Sesa. Sobral, Maracanaú, São Gonçalo do Amarante, Caucaia, Itarema, Quixadá, Itapipoca, Acaraú, Redenção e Morada Nova são os municípios que tiveram os maiores aumentos no número de infectados. 

Os balanços apresentados pela Sesa são atualizados constantemente e não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas. 

Dados do IntegraSUS apontam que Fortaleza, epicentro da doença, registrou 23.598 casos confirmados do coronavírus e 1.964 mortes.

sábado, 30 de maio de 2020

ACOPIARA: 4º ÓBITO PELO COVID-19 É CONFIRMADO


Casal com 70 anos de casamento morre vítima de covid-19

Hoje está vazio o sofá localizado na varanda de uma casa na cidade de Rio Manso, na região metropolitana de Belo Horizonte, local de encontro de um casal com mais de sete décadas de casamento. Marido e mulher são mais duas vítimas novo coronavírus no Estado.

As mortes dos dois aconteceram com um espaço de 11 dias entre uma e outra.

A primeira vítima foi Antônio Borges dos Santos, de 95 anos, no dia 17 de maio. A estudante Lívia Luiza, neta do casal, conta que o avô teve falta de ar e precisou ser internado em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da cidade de São Joaquim de Bicas, na Grande BH. A família não suspeita da covid-19.

Aos 89 anos, Luiza Francisca Pereira perdia seu companheiro de vida. Abalada, a idosa disse que não conseguiria viver sem ele. Um dia após o falecimento do marido, ela foi internada na mesma unidade de saúde.

No dia 28 de maio, Luiza morreu com os mesmos sintomas. Os exames médicos do casal que completaria 71 anos de união no próximo mês de junho deram positivo para coronavírus.

Lívia relata que após a divulgação do diagnóstico, a família precisou ser isolada e também testada. Até o momento, apenas a cuidadora dos idosos testou positivo para a doença. Agora, os parentes tentam se apegar às lembranças do casal.

— Eles sentavam na varanda da casa para ver os carros passarem e ver as pessoas passando na rua, sempre juntinhos e abraçados. Não podiam ver que estávamos vigiando, que rapidinho paravam de abraçar.

Balanço

O balanço da Secretaria de Estado de Saúde aponta que Minas Gerais tem, até este sábado, 9.630 moradores com exames positivos para covid-19 e 263 mortes provocadas pelo novo vírus. Até o momento, os únicos óbitos confirmados na cidade de Rio Manso são os dos avós de Lívia.

Com informações R7

Homem joga acetona e ateia fogo no rosto da companheira

Um homem, de 36 anos, jogou acetona e ateou fogo no rosto da companheira, de 20, na madrugada deste sábado (30) em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio. O crime aconteceu na casa onde eles moram há cinco meses, na Rua dos Cajueiros, no bairro Morro do Perez.

Segundo informações da delegada titular da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam), Paula Loureiro, o casal iniciou uma briga porque o homem sentiu ciúmes da jovem com o irmão dele.

Ainda de acordo com a delegada, a vítima encerrou a discussão e decidiu ir dormir, momento em que o homem pegou um vidro de acetona que estava próximo à cama, despejou o líquido no rosto da companheira e utilizou um esqueiro para atear fogo.

Em um ato de desespero, a jovem correu para o chuveiro para apagar as chamas e depois foi até a rua pedir ajuda aos vizinhos.

Ela foi socorrida e encaminhada ao Hospital Geral da Japuíba. A unidade médica informou que ela teve 25% do corpo queimados e está em estado estável. Ela será transferida para o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, em Nilópolis — unidade especializada no tratamento de vítimas de queimaduras.

A Polícia Civil esteve no local para realizar perícia, já que o imóvel também foi incendiado. A Polícia Militar esteve na localidade para procurar pelo suspeito, que foi encontrado nos arredores da residência e preso em flagrante.

O homem foi encaminhado à Delegacia de Angra dos Reis, onde permanece preso e aguarda transferência para o presídio de Benfica, no Rio de Janeiro. Ele vai responder por tentativa de feminicídio e incêndio.

Com informações G1

Mães menores de idade podem pedir auxílio emergencial a partir de hoje

A partir de hoje (30), as mães com menos de 18 anos podem pedir o auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras). A novidade está disponível na 16ª versão do aplicativo Caixa Auxílio Emergencial, que está sendo liberada hoje pela Caixa Econômica Federal.

Incluída pelo Congresso durante a tramitação da medida provisória que instituiu o benefício, a extensão do auxílio emergencial para mães menores de idade havia sido sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 15. O cadastro no auxílio emergencial pode ser pedido até 3 de junho.

A vice-presidente de Tecnologia da Caixa, Tatiana Thomé, explicou como funcionará a novidade em entrevista coletiva hoje à tarde. A mãe menor de idade precisa cadastrar pelo menos dois membros da família (ela própria mais um filho, no mínimo). Caso a adolescente pertença a uma família maior, com algum membro que tenha se cadastrado no auxílio emergencial, precisará fazer o cadastro compatível com o do outro membro da família.

Mães grávidas não poderão fazer o cadastro porque o aplicativo pedirá o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do filho. O processo se dará de forma igual ao dos demais cadastramentos. Ao entrar no aplicativo, a mãe digitará nome completo, número do CPF, nome da mãe e data de nascimento, conforme constam nos cadastros da Receita Federal. O aplicativo oferece a opção “mãe desconhecida”, caso a requerente não conheça a mãe.

Finalizado o cadastro, os dados serão enviados à Dataprev, empresa estatal de tecnologia, que comparará as informações prestadas com as 17 bases de dados disponíveis para ver se o requerente cumpre as condições da lei para receber o auxílio emergencial. A usuária poderá acompanhar, no próprio aplicativo, se o benefício foi aprovado, negado ou se o cadastro foi considerado inconclusivo (quando as informações prestadas não conferem com os bancos de dados do governo).

Com informações Agência Brasil

Camilo Santana diz que não vai ter Fortal

O governador Camilo Santana usou as redes sociais na noite desta sexta-feira (29), para falar sobre um assunto que tomou conta do dia hoje em Fortaleza. A dúvida se vai ter ou não Fortal. 

“Muita gente questionando sobre a possibilidade de ter FORTAL no mês que vem. É óbvio que não haverá. Quaisquer eventos com grandes aglomerações estão suspensos no Ceará por tempo indeterminado. Toda medida será tomada com absoluto rigor e aval das nossas equipes de Saúde”, publicou o governador.

Mais cedo os organizadores do evento se pronunciaram sobre o assunto: “A respeito da nota que está circulando em algumas redes sociais, o Fortal esclarece que este conteúdo foi divulgado há mais de dois meses, ainda no início do isolamento social e está sendo utilizado atualmente fora de contexto. A nota falava que a organização do evento se manteria atenta ao desenrolar dos fatos, seguindo as orientações dos órgãos competentes, o que vem sendo feito desde então, sendo sua principal preocupação sempre com a segurança e bem-estar de seu público. Com base nas análises e direcionamentos do governo, um novo posicionamento oficial sobre o Fortal 2020 será divulgado na próxima semana”.

Com informações Cnews

Três alimentos surpreendentes que provocam insônias

As insônias podem ocorrer devido a inúmeros fatores, desde stress, ansiedade, tomada de determinado tipo de medicação, por motivos crônicos, mas também por aquilo que escolhe comer à noite - sabia? E não, não estamos falando de café.

A Vortex Magazine divulgou uma lista de alguns alimentos (surpreendentes) que podem estar a mantê-lo acordado. Confira!

Tomate

Este fruto é rico em vitamina C, ferro, licopeno e antioxidantes ótimos para a saúde do coração e na prevenção de tumores; todavia, a sua acidez alarga o tempo de digestão e pode inclusive provocar azia. Não ingira tomate ou molho de tomate até três horas antes de ir dormir.

Hidratos de carbono

Desde massa, arroz, batata ou pão - estes alimentos estão repletos de hidratos e amido, que são essenciais para nos dar energia. Contudo, essa energia tão necessária para o corpo também contribui para passar a noite em branco. 

Couve flor

Sim, é verdade não é aconselhável comer couve flor pouco antes de ir dormir, isto porque este vegetal apesar de ser rico em triptofano, um aminoácido que promove a produção de serotonina, o hormônio do sono, é igualmente abundante em fibras insolúveis. E estas prolongam a digestão, impedindo-o de ter um sono tranquilo e reparador.

Com informações Notícias ao Minuto

Polícia encerra festa em motel com cerca de 30 pessoas

A Polícia Militar encerrou, na madrugada de sábado (30), uma festa na suíte de um motel no bairro Jacarecanga, em Fortaleza. Na ocasião, uma quantidade de drogas e armas foram apreendidas com adolescentes. 

Por volta de 00h, as composições policiais receberam informações sobre uma festa com aglomeração de pessoas que acontecia em uma suíte compartilhada em um motel. No local, pessoas faziam uso de drogas e portavam armas de fogo. No momento da abordagem, cerca de 30 pessoas, após perceberem a presença dos PMs, tentaram empreender fuga e esconder os materiais ilícitos. Foram apreendidos os seguintes itens: 01 pistola calibre 380, 01 revólver calibre 38, 07 papelotes de maconha, 02 vidros de “lolo” e 03 latas de respingo de solda.

Além do material apreendido, as equipes policiais constataram a presença de adolescentes no local. Diante da situação, todos foram apresentados na Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) e, posteriormente, as mulheres envolvidas foram conduzidas a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), para verificar possíveis crimes, onde foi feito um boletim de ocorrência. 

Ao final da ocorrência, três indivíduos ficaram presos e autuados com base nos artigos 180 e 304 do Código Penal, artigo 14 do Estatuto do Desarmamento e artigo 244 do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Com informações Cnews

Duas pessoas morrem após motocicleta colidir em barreira sanitária

Um guarda municipal e uma jovem morreram após a motocicleta em que eles estavam colidir em manilhas de proteção instaladas em uma barreira sanitária no bairro Alto Guaramiranga, em Canindé, no interior do Ceará, na noite desta quarta-feira (29). 

A colisão ocorreu por volta das 20 horas, em uma das principais vias de acesso ao município de Canindé. Por meio de nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que Edivaldo Custódio dos Santos, de 61 anos, e Maria Valdenia Corneli da Silva, 27 anos, morreram no local do acidente.

A Polícia Civil da Delegacia Regional de Canindé e a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) estiveram no local, onde colheram as primeiras informações. 

Investigações foram realizadas pela Polícia Civil na sexta-feira (29), mas outras pessoas deverão ser ouvidas no intuito de identificar as circunstâncias do acidente e se houve ingestão de bebida alcoólica pelo condutor. O caso segue sendo investigado.

Com informações Diário do Nordeste

ACOPIARA: ANIVERSÁRIO DA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO CRISTIENY RODRIGUES

Os parabéns do blog neste sábado (30) também vão para a atual Secretária de Educação de Acopiara Maria Cristieny Rodrigues. 

Votos de muita sabedoria nessa nova etapa de sua trajetória profissional e muitos anos de vida.


ACOPIARA: PARABÉNS ROBINHO ALMEIDA

Neste sábado, 30 de maio, quem está aniversariando é o nosso querido amigo Robinho Almeida. Mesmo muito jovem se tornou ao longo dos últimos anos uma grande figura pública acopiarense.

O blog deseja que cada vez mais o amigo Robinho possa realizar seus sonhos, que são muitos, com sabedoria e muita paz. Parabéns muitos anos de vida!


sexta-feira, 29 de maio de 2020

MORRE O MÚSICO EVALDO GOUVEIA DE COVID-19


Morreu nesta sexta-feira (29), em um hospital particular de Fortaleza, vítima de Covid-19, o músico compositor, cantor e violonista cearense Evaldo Gouveia. A informação foi confirmada pelo biógrafo do artista, Ulysses Gaspar. Autor de "Sentimental Demais" e do samba-enredo "O Mundo Melhor de Pixinguinha", dentre outras canções que ganharam espaço na memória dos ouvintes dos tempos áureos do rádio até cá, Evaldo Gouveia teve sua obra bastante interpretada e revisitada.

Acesse o link abaixo para maiores informações:

'Eu e minha filha de 17 anos fomos internadas com covid-19. Sou hipertensa e sobrevivi. Ela era saudável, mas morreu'

Os dias em uma área de isolamento em um hospital público de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foram os últimos momentos da dona de casa Germaine Herculano dos Santos, de 43 anos, ao lado da filha Kamilly Ribeiro, de 17 anos.

Mãe e filha foram internadas em um posto de saúde em Xerém, distrito de Duque de Caxias, em 23 de março, após apresentarem quadro suspeito de covid-19. Na unidade de saúde, permaneceram isoladas juntas. Dois dias depois foram encaminhadas para o Hospital Moacyr do Carmo, na mesma cidade.

Germaine, que faz parte do grupo de risco por ser hipertensa, se recuperou dias depois e recebeu alta. Kamilly, que não tinha nenhuma doença pré-existente e não se enquadrava entre os pacientes de risco, apresentou complicações graves e não resistiu.

Saiba mais acessando o link abaixo:

MP acusa deputado Capitão Wagner de disseminar 'informações falsas' sobre o órgão


O deputado federal Capitão Wagner (Pros) foi acusado de divulgar informações falsas sobre o Ministério Público do Ceará. Em nota publicada na manhã desta sexta-feira (29), o procurador-geral de Justiça do Ceará, Manuel Pinheiro, afirma que declarações do parlamentar estão "ofendendo seus membros e atacando a Instituição". Wagner nega que tenha repassado as informações inverídicas.

Em vídeos publicados em redes sociais no início deste mês, o deputado havia denunciado a compra de respiradores por preços acima do valor de mercado, pela Prefeitura de Fortaleza, de uma empresa de São Paulo, fato que gerou uma operação da Polícia Federal. Na época, Wagner encaminhou a denúncia também para o Ministério Público.

Uma das denúncias do Capitão Wagner é de que o Ministério Público não estaria investigando a denúncia, o que o órgão nega.

Ainda conforme o Ministério Público, o deputado afirmou "falsamente que o Ministério Público, ao invés de apurar os fatos alegadamente ilícitos, estaria investigando e perseguindo o noticiante".

O noticiante, conforme o órgão, é um aliado político de Capitão Wagner. O Ministério Público acusa o aliado do deputado de publicar vídeos com conteúdo político nas redes sociais usando distintivos policiais, o que é proibido por lei.

O procurador Manuel Pinheiro afirma que a atuação do Ministério Público "tomou todas as providências e abriu investigação", informando ao deputado sobre o procedimento adotado.

'Não vou aceitar ser chamado de mentiroso'

Capitão Wagner, entretanto, nega que tenha tomado conhecimento sobre a atuação do órgão para investigar o caso de "superfaturamento". "Tenho muito respeito pelo Ministério Público, mas não vou aceitar ser chamado de mentiroso", reforçou.

Capitão Wagner fez ainda críticas à Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), citando a procuradora Vanja Fontenele, que comanda o órgão. A procuradora não quis se manifestar.

Operação da Polícia Federal

A Polícia Federal cumpriu nesta semana oito mandados de busca e apreensão, durante uma operação que investiga supostos desvios de recursos destinados à compra de respiradores para tratamento pacientes com Covid-19 para o município de Fortaleza.

De acordo com a Polícia Federal, existe indícios de um "potencial prejuízo financeiro" aos cofres públicos que pode chegar ao valor R$ 25,4 milhões.

Em nota, a Secretaria da Saúde de Fortaleza e a direção do Instituto Doutor José Frota (IJF), maior hospital da capital, disseram estar "totalmente surpresas e indignadas com tal operação". A pasta acrescentou que não existe possibilidade da mesma encontrar qualquer desvio de recurso público e que todos os procedimentos foram adotados conforme a lei.

Com informações G1

Pescaria termina com uma pessoa com Covid-19 e mais de 100 com suspeita da doença


Uma pescaria com um grupo de 20 de amigos, sendo a maioria de Paraúna, região sudoeste de Goiás, terminou com uma pessoa infectada pelo coronavírus. O prefeito da cidade, Paulo José Martins (PRB), decidiu colocar 107 pessoas em isolamento por suspeita de contaminação. 

Os nomes dos integrantes do grupo não foram divulgados. Assim, o G1 não conseguiu fazer contato para pedir um posicionamento sobre a quebra da regra de isolamento social.

O encontro do grupo aconteceu no domingo (24), quando saíram pelo Rio das Mortes em busca de peixes.

O prefeito disse que foram feitos mais de 50 exames até esta quarta-feira (27). Os resultados que ficaram prontos apontaram a ausência do novo vírus. Mesmo assim, as 107 pessoas que tiveram contato com o grupo ficarão isoladas em casa, conforme decisão do prefeito.

Martins disse que, assim que recebeu a notícia da pescaria, entrou em contato com os envolvidos e pediu que ficassem em casa, já que o município tem três casos confirmados da doença Covid-19. Os outros dois casos são de comerciantes locais.

"Infelizmente, as pessoas não obedeceram nosso apelo em relação ao distanciamento social. Mas as pessoas envolvidas se prontificaram a se isolar e fazer os exames", diz o prefeito.

Com informações G1