Páginas

quinta-feira, 23 de junho de 2022

Ceará é o estado com maior incidência de chikungunya no Nordeste


O Ceará tem registrados 33.108 casos de chikungunya em 2022, conforme levantamento do Ministério da Saúde (MS) até a segunda semana de junho. O total é o maior acumulado de casos da arbovirose no Nordeste e equivale à maior incidência da doença entre os estados da região: são 358,3 casos a cada 100 mil cearenses.

Em números absolutos, o Ceará é seguido por Pernambuco (17.347 casos) e Bahia (1.803). Já comparando a proporção de casos de chikungunya por habitantes, o Estado é seguido pela Paraíba (277,4) e pelo Rio Grande do Norte (222,1).

No outro extremo, o Maranhão é o estado nordestino não só com o menor acumulado da doença neste ano (1.226 casos), como também a menor incidência da arbovirose, registrando 17,1 casos a cada 100 mil moradores.

Cassio Peterka, diretor de Vigilância Epidemiológica do MS, apresentou no no III Seminário de Atualização das Arboviroses do Nordeste dados nacionais que alertam para o fato de dobraram ou triplicaram em todo o Brasil, especialmente entre as pessoas com idades de 29 a 50 anos. Ele ressalta que enquanto a dengue é mais preocupante no Centro-Oeste, a chikungunya tem prevalecido no Nordeste.

"Passamos por um aumento de casos de arboviroses muito significativo em relação a 2021. Compreendemos que a pandemia de Covid-19 diminuiu muito as arboviroses, porque o fluxo de pessoas diminuiu e a transmissão dos vírus pelo Aedes aegypti também reduziu", afirma Peterka. "Então, passamos a olhar para os anos pré-pandêmicos e o cenário de 2022 é muito próximo ao de 2019. O necessário é reforçar ações de prevenção para evitar uma pressão no sistema de atendimentos."

Causada pelo vírus chikungunya (CHIKV), a doença articular é caracterizada por artrite grave, febre, calafrios, dores no corpo, dor de cabeça e pequenas lesões na pele. Em geral, os sintomas passam depois de cinco a 14 dias. Em alguns casos, pacientes podem evoluir para um estágio crônico, no qual as dores articulares levam meses ou até anos para passar.
O cenário em Fortaleza

O boletim epidemiológico do Ministério da Saúde traz ainda um ranking das cidades que apresentaram os maiores totais de casos de chikungunya no Brasil até o momento. Fortaleza lidera a lista, com 9.392 diagnósticos. Além da Capital, outros quatro municípios são citados: Juazeiro do Norte, Brejo Santo, Crato e Barbalha.

Para a secretária municipal da Saúde, Ana Estela Leite, Fortaleza está em "estado de alerta" sobre as arboviroses. "Temos casos de dengue e de chikungunya em todos os bairros da Cidade. Tivemos a última grande epidemia de arboviroses em 2018, que foi de chikungunya, e os números que temos hoje são muito semelhantes a 2017", aponta.

"Cerca de 80% dos focos de Aedes aegypti está dentro das casas e, em virtude da pandemia de Covid-19, a gente vem a dois anos sem poder entrar nas casas das pessoas. Isso traz um prejuízo às ações de prevenção", explica Francisco Atualpa Soares, gerente da célula de Vigilância Ambiental da Prefeitura. "Tivemos ainda uma quadra chuvosa mais intensa e estendida, o que também prejudicou as ações."

Soares afirma que o número de casos deve começar a reduzir a partir de julho. "Em agosto, teremos um retrato mais fiel de como deve fechar o ano. A expectativa é que o cenário de dengue seja menor que ano passado e que o de chikungunya estabilize em patamar abaixo daqueles da epidemia", pondera. "Os bairros com maior presença do mosquito estão sempre monitorados e recebendo operações de educação e de limpeza", garante.

Fonte: O Povo

Paciente com garrafa no ânus passa por procedimento médico para retirá-la


Na entrada de uma unidade de saúde, uma pessoa com dores pode ser apenas mais uma precisando de atendimento. Mas na cidade de Brasiléia, a 230 quilômetros de Rio Branco, uma em específico demandou maior atenção: um paciente deu entrada no Hospital Regional do Alto Acre se queixando de dores com uma garrafa introduzida no ânus no último domingo, dia 19. Medicado, ele precisou ser transferido e, após retirada do objeto, passa bem.

O Governo do Acre, em nota, afirmou que o paciente chegou à unidade de saúde "reclamando de dores, com um objeto na região anal", e que, por conta da complexidade, ele foi medicado e, na segunda-feira, transferido para o Pronto Socorro de Rio Branco, a mais de três horas de carro de Brasiléia.

O item que causou desconforto, identificado como uma garrafa, foi retirado na unidade de saúde da capital. O paciente, que não teve nome e idade revelados, passa bem. Também não foram informados detalhes sobre o material do objeto.

Ainda de acordo com o Governo estadual, o quadro não foi um acontecimento isolado. "Outros casos semelhantes já foram atendidos nas unidadades do Acre", concluiu a nota.

Em abril deste ano, também na região Norte do país, um homem de 54 anos introduziu um "peso" de academia (haltere) de dois quilos no ânus e chegou à unidade de saúde com náuseas, vômitos e se queixando de dores abdominais. O caso foi parar na plataforma científica International Journal of Surgery Case Reports (Revista Internacional de Relatos de Casos de Cirurgia, em português), em que foi detalhado o "relato de acidente com inserção de objeto via reto".

O procedimento de retirada do objeto contou com "com dificuldades devido à sua posição", segundo o artigo. Para esse tipo de quadro, detalhou-se que exames de imagem são obrigatórios para o diagnóstico, além de exame de toque retal e avaliação do abdômen.

O altere de metal media 24 centímetros e pesava dois quilos. Após retirada do objeto, o paciente recebeu alta após o 4º dia internado.

O artigo cita ainda que "apesar de ser uma queixa rara na rotina de emergência" esses casos de "corpos estranhos retais têm números crescentes".

Fonte: Extra via Yahoo Notícias

Pesquisa eleitoral Datafolha 2022: Lula tem 47% no primeiro turno e Bolsonaro 28%


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 47% das intenções de voto no primeiro turno, segundo a nova pesquisa eleitoral Datafolha, divulgada nesta quinta-feira (23). Já Jair Bolsonaro (PL) tem 28%, enquanto Ciro Gomes (PDT) aparece com 8%. Nos votos válidos, o petista poderia vencer a eleição no primeiro turno.

A pesquisa ouviu 2.556 pessoas na quarta (22) e quinta-feira (23) em 181 cidades brasileiras. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Veja o resultado da nova pesquisa Datafolha:

Lula (PT): 47%
Jair Bolsonaro (PL): 28%
Ciro Gomes (PDT): 8%
André Janones (Avante): 2%
Simone Tebet (MDB): 1%
Pablo Marçal (Pros): 1%
Vera Lúcia (PSTU): 1%
Branco/nulo/nenhum: 7%
Não sabe: 4%

Felipe d’Avila (Novo), Sofia Manzano (PCB), Leonardo Péricles (UP), Eymael (DC), Luciano Bivar (UB) e General Santos Cruz (Podemos) não pontuaram.

A variação do ex-presidente Lula foi negativa, de um ponto, dentro da margem de erro. Já Jair Bolsonaro variou também dentro da margem de erro, com um ponto a mais. Ciro Gomes também ganhou um ponto, enquanto Simone Tebet tinha 2% e passou para 1%.

Em relação aos brancos, nulos ou nenhum, o índice se manteve o mesmo, assim como os indecisos.

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea, quando não são apresentados os nomes dos candidatos, Lula manteve estabilidade, com 37%, contra 38% no último levantamento Datafolha. Já Bolsonaro cresceu de 22% para 25%. Ciro Gomes tem 6% e "outros" tem 3%.
Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

Deputado federal (quatro dígitos)
Deputado estadual (cinco dígitos)
Senador (três dígitos)
Governador (dois dígitos)
Presidente da República (dois dígitos)

Fonte: Yahoo Notícias

Juazeiro do Norte tem uma morte por Covid-19 após dois meses sem registrar óbitos, no Ceará


O município de Juazeiro do Norte, no Cariri do Ceará, registrou uma morte por Covid-19 nesta quinta-feira (23), após dois meses sem óbitos pela doença na cidade. A vítima é um idoso de 82 anos que era diabético e hipertenso, e que não tinha tomado a 4ª dose da vacina contra o coronavírus, já liberada para pessoas com 50 anos ou mais na cidade.

O óbito do idoso foi confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde de Juazeiro do Norte, que reforçou a importância da população manter o calendário de vacinação em dia com as doses de reforço.

A Pasta também informou que a unidade de testagem do município ampliou o horário de atendimento, funcionando de domingo a domingo, das 7h às 22h. A testagem ocorre na Upa Lagoa Seca, na Rua Dr. Belém de Figueiredo, 317.

Covid-19 no Ceará

Desde o começo da pandemia de Covid-19 no Ceará, em março de 2020, o estado contabiliza 27.157 mortes provocadas pela doença, de acordo com o IntegraSus, da Secretaria da Saúde do Ceará. Além disso, já foram confirmados 1.255.319 casos, tendo também outros 16.946 em investigação. A letalidade da doença no Ceará é 2,2.

Fonte: G1

ACOPIARA: CADASTRO ÚNICO ITINERANTE ESTEVE NA VILA DE TRUSSU


O Cadastro Único Itinerante esteve nesta quarta, 22, no distrito de Trussu.

A iniciativa da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social - STDS através da Sala do CadÚnico visa atender e orientar a população beneficiária dos programas sociais diretamente nas comunidades do município, assim, descentralizando os atendimentos e facilitando o acesso de quem precisa.

A secretária da pasta, Rosa Almeida acompanhou a prestação de serviços juntamente com a Coordenadora do CadÚnico do município, Naesla Viana e também de outros técnicos que realizam a assistência dos programas e benefícios sociais.

Os beneficiários de Trussu puderam realizaram a atualização dos cadastros, recadastramento, consulta ao número do NIS, verificação e atualização do Auxílio Brasil, Auxílio Gás, tarifa social de energia e orientação sobre o BPC.

A ação foi realizada na Escola Solon Guedes com apoio da coordenação da instituição.




Fortaleza vence o Ceará por 2 a 0 e abre vantagem nas oitavas da Copa do Brasil


Em noite decisiva de Yago Pikachu, o Fortaleza derrotou o Ceará por 2 a 0 na Arena Castelão, e conquistou grande vantagem para o jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Com o resultado, o Tricolor do Pici poderá perder por até um gol de diferença no segundo confronto, enquanto o Alvinegro precisa construir um placar de pelo menos dois tentos de vantagem para levar a disputa aos pênaltis.

As equipes se enfrentam pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil somente no dia 13 de julho, desta vez com mando de campo do Vovô, que terá direito a 70% da capacidade total da praça esportiva. Antes, o Tricolor e o Alvinegro terão compromissos pela Série A e também pelas oitavas da Libertadores e Sul-Americana, respectivamente.

Fonte: O Povo

Quem foi São João, o profeta que teria batizado Jesus


É um caso peculiar dentro do cristianismo: um santo festejado tanto por seu nascimento, em 24 de junho, quanto por sua morte, 29 de agosto. Normalmente, os católicos celebram a morte do santo como aquele dia em que eles "nascem" para a Deus.

João Batista foi o homem que, de certa forma, abriu as portas para a missão de Jesus. Pregador itinerante nascido na Judeia, ele se tornou líder religioso de um grupo de judeus da época, exaltando a importância de valores como retidão e da prática da virtude. No intuito de purificar as almas, lançava mão do batismo — realizado em cursos d'água, em cerimônias epifânicas.

O batismo não foi uma invenção de João, pois já era praticado na época. A novidade trazida por ele foi o fato de que ele não restringia a participação aos judeus, permitindo também que o ritual servisse para a conversão dos considerados pagãos — e isso motivou polêmicas em seu meio.

De acordo com os textos bíblicos, João era parente de Jesus. Ele era filho de Zacarias, um sacerdote, e de Isabel, uma prima de Maria, a mãe de Jesus. Segundo a literatura sagrada, Jesus iniciou sua missão evangelizadora somente após ter sido ele próprio batizado pelo primo nas águas do Rio Jordão.

Para muitos, João é exaltado como o maior dos profetas.

Como costumava acontecer em grupos religiosos daquela época — a exemplo do próprio Jesus —, as pregações de João passaram a incomodar o poder estabelecido. Preso por dez meses, provavelmente em algum momento entre o ano 26 e o ano 28 da era cristã, João acabou condenado à morte pelo governante Herodes Antipas (20 a.C - cerca de 39 d.C). Não se sabe exatamente a idade que João tinha quando foi morto, mas é certo que era mais velho do que seu primo Jesus.

Por muito tempo, pairavam controvérsias sobre a historicidade de João Batista. O principal documento, contudo, que atesta a sua existência é o livro Antiguidades Judaicas, escrito pelo historiador romano Flávio Josefo (37-100) provavelmente no ano de 94.

"João Batista é um personagem bíblico, mas para além dessa referência também há um historiador muito importante, Flávio Josefo, que se refere a ele em suas obras. É um historiador que tem uma visão muito isenta, porque não é ligado à tradição cristã", pondera o estudioso de hagiografias Thiago Maerki, pesquisador da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e associado da Hagiography Society, dos Estados Unidos.

"Por muito tempo houve a controvérsia se João Batista existiu de fato ou se seria uma construção lendária, literária. Tudo indica que existiu de fato, por conta de testemunhos externos à Igreja. E talvez este [o livro de Josefo] seja o mais importante", acrescenta Maerki.

O pesquisador ressalta que Josefo "se refere a João Batista" como alguém "que costumava reunir uma multidão em torno dele para ouvir sua pregação". "Havia, portanto, muitos seguidores. E isso teria incomodado Herodes", narra Maerki. "Temia-se que João pudesse iniciar uma rebelião. Suas pregações incomodavam o poder. Por isso acaba sendo preso e morto em seguida."

De acordo com as narrativas antigas, foi morto por decapitação. E teve sua cabeça apresentada em uma bandeja.

"Ele viveu na Galileia no reinado de Herodes e possuiu muitos seguidores, pregava aos judeus e fazia do batismo símbolo de purificação da alma. Ele era filho de Zacarias, sacerdote, e de Isabel, prima de Maria Santíssima. Além de primo de Jesus. Sua mãe, Isabel, era prima de Maria, João ainda no ventre da mãe celebrou Jesus também no ventre de Maria como vemos em Lucas. Foi também ele o precursor de Jesus e sua mensagem salvífica", acrescenta o hagiólogo José Luís Lira, fundador da Academia Brasileira de Hagiologia e professor da Universidade Estadual Vale do Aracaú, do Ceará.

"Não bastasse tudo isso, ele batizou Jesus. Então, não só o cristianismo, mas, diversas religiões o celebram. De um modo geral, João Batista é mártir. Morreu em defesa da fé. E já os discípulos de Jesus o tratavam com reverência. No martirológio romano encontramos duas celebrações a ele, no nascimento e no martírio", diz ainda o hagiólogo.

Simbolismos de João

Embora existisse essa reverência ao personagem desde os primeiros cristãos, Maerki lembra que oficialmente o cristianismo só oficializou uma solenidade à natividade de São João no século 4, "conforme indícios". "Depois essa celebração foi se difundindo nos séculos seguintes e, já no século 6, houve um aprimoramento da festividade, precedida de um jejum solene, com missa de vigília e tal. Na Idade Média, há o histórico de celebrações com três missas para a data", contextualiza. "Era uma festa das mais importantes, das mais cultivadas e das mais populares da época. E isso é importante porque ainda hoje a gente sabe que João Batista é dos santos mais populares, mais venerados, de tradição muito forte que remonta ao período medieval."

Claro que há simbolismos, e a escolha de datas assim, provavelmente definidas a posteriori, não foi à toa. "João Batista teria sido concebido no equinócio de outono e teria nascido no solstício do verão europeu. Isso é importante. Santo Agostinho, depois, vê nisso uma espécie de confirmação cósmica do versículo bíblico que diz que é necessário 'que ele cresça e eu diminua'. Agostinho interpretou esse versículo como uma referência indireta ao nascimento de João Batista", afirma Maerki.

"Alguns teólogos ainda apontam para um certo paralelismo com o Natal de Jesus, que acontece no inverno europeu, quando analisam o natal de João, verão europeu", complementa o pesquisador. "Isso teria dado origem a manifestações folclóricas, inclusive os fogos de São João que representam e simbolizam o nascimento do santo. É o nascimento mas também é em referência ao início do verão. São relações curiosas que, certamente surgiram por meios populares e foram se enraizando. Depois acabaram aceitas e cultivadas inclusive pela Igreja", diz o pesquisador.

De qualquer forma, os próprios textos bíblicos concedem a João uma posição especial. "João é apresentado como o precursor do messias e essa imagem é muito forte, é daquele que prepara o caminho da salvação", pontua Maerki. "Há todo um caráter messiânico. Ele vai ser apontado como o profeta que indicou em Cristo o 'cordeiro enviado para expiar os pecados do mundo', aquele que primeiramente teria visto em Jesus o caráter daquele que teria sido enviado por Deus. E a partir daí teria iniciado um novo momento na pregação de João, não só de anunciar que o messias estava próximo mas que esse messias seria o próprio Jesus, uma tradição bíblica que depois a igreja aprofunda, desenvolve e festeja."

O Evangelho de Mateus, por exemplo, apresenta João Batista como alguém muito maior do que um profeta, como o profeta dos profetas. "Porque, diferentemente dos profetas que falavam do futuro, ele indicou o messias no presente. Isso é muito forte na tradição religiosa. Ele é alguém que não anuncia um futuro distante, ele anuncia um messias que está presente, que se faz presente no momento em que ele fala", comenta o hagiólogo. Essa primazia é uma interpretação comum a muitos teólogos e estudiosos de textos sagrados.

Rivalidade fraterna

Por outro lado, enquanto a Igreja consolidou essa visão de João Batista como precursor de Jesus, pesquisas contemporâneas identificam, sobretudo em evangelhos apócrifos — aqueles que não são considerados no cânon oficial do cristianismo — mas também em análise dos textos que constam da Bíblia, uma certa rivalidade entre os dois líderes da mesma época e da mesma região.

"Havia uma grande polêmica entre os discípulos de João Batista e de Jesus, e essa polêmica emerge dos próprios evangelhos. Parece que o próprio Batista não estava muito convencido do carisma profético de Jesus, da messianidade de Jesus", aponta Maerki. "Tanto que quando ele estava preso, ele enviou alguns de seus seguidores, os que mais confiava, para perguntarem em seu nome se Jesus era aquele que havia de vir de fato ou se ele devia esperar outro."

"Isso revela, indiretamente, uma dúvida de João Batista, ou seja, a Igreja sempre aceitou João Batista como esse grande profeta mas talvez nem o próprio João Batista acreditasse nisso", analisa o pesquisador.

Para Maerki, outro fato que corrobora essa tese é que mesmo que o relato bíblico aponte que, no episódio do batismo de Jesus, João e os demais presentes souberam, por uma voz, que estavam diante do filho de Deus, "o eleito", ele não decidiu dissolver seu grupo, sua escola de pregação, tampouco se unir aos seguidores de Jesus. "Ele continuava sua caminhada, paralelamente à caminhada de Jesus. Isso é muito significativo", comenta.

Nesse sentido, há o entendimento de que os seguidores de João Batista poderiam respeitar e considerar Jesus um grande mestre, mas não um messias. E que, em última análise, essa posição poderia ser a mesma de João, uma vez que ele manteve suas pregações.

"Depois que Batista foi executado, formou-se um grupo de seguidores que inclusive passaram a defendê-lo como o verdadeiro messias", conta Maerki. "Ele se transformou em uma espécie de rival de Jesus. Isso não é comentado na bíblia canônica, mas aparece em texto apócrifos."

No texto apócrifo conhecido como Evangelho de Tomé, Jesus teria dito que "ninguém é tão maior do que João Batista". "Isso é parecido com o Evangelho de Lucas, em que aparece algo assim, de que 'entre os nascidos de mulher, não há profeta maior do que João Batista, mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele'", diz o pesquisador.

"Isso talvez seja o pano de fundo, e essa fala de Jesus seja justamente em torno dessa polêmica, dessa rivalidade existente entre os dois", explica.

Festas juninas

Polêmicas à parte, fato é que João Batista se tornou das figuras mais importantes para o cristianismo, e um santo muito popular. Como personagem, transcende o catolicismo — tornou-se figura folclórica, celebrada, ao lado de Santo Antônio e São Pedro, nas famosas festas juninas tão tradicionais nesta época do ano no Brasil.

Algumas lendas ajudam a explicar os elementos típicos da comemoração. "Uma antiga tradição diz que João nasceu no alto de uma montanha e que uma fogueira foi acesa quando sua mãe, Isabel, entrou em trabalho de parto para avisar aos parentes que moravam na planície. Pode ser daí o início das festas de junho, juninas", diz Lira.

"Primeiro se celebra Santo Antonio, jovem na história do cristianismo, depois João e Pedro contemporâneos de Jesus. As festas brasileiras vieram com o colonizador português e aqui no Nordeste brasileiro têm características bem próprias e animam as noites do sertão e da cidade, incluindo a tradição de se tomar afilhados, padrinhos, compadres de fogueira, com a intercessão do santo."

"Nos locais nos quais João é padroeiro o novenário é de nove dias, sendo o dia 24 o principal da festa. Catolicamente é esse o rito, mas, o folclore o celebra com fogueira na véspera e outras tradições. A Igreja celebra do seu modo a festa, mas, não há qualquer tipo de proibição formal aos outros festejos aos santos. E viva São João", enaltece o hagiólogo.

Arcebispo do Rio de Janeiro, o cardeal Orani João Tempesta — que tem João como segundo nome justamente porque nasceu na véspera da festa de João Batista, em 1950 — também vê com bons olhos as festividades populares.

"O mês de junho traz para nós, brasileiros, a oportunidade de confraternização, participação e, ao mesmo tempo, alegria", comenta ele. "É tempo de comemorar os santos Antônio, João e Pedro e, também, confraternizar com as pessoas juntos, sentir essa proximidade, celebrar a presença na região, na cidade."

"Vemos São João sendo celebrado em todo lugar, com tradições, alimentos, bebidas, fogueira, fogos, bandeirinhas… Enfim, cada lugar tem um pouco suas características. Como nasci na véspera de São João, nunca faltou, em minha infância a comemoração folclórica da festa de São João, com os doces próprios e as comidas típicas", ressalta o cardeal. "Isso faz bem para o povo. Nosso povo necessita desses momentos de folguedo, de podermos estar um pouco mais tranquilos e celebrando uns com os outros em meio a tantas dificuldades."

Tempesta acredita que tais eventos servem para que todos possam "festejar a nossa esperança e a confiança de poder ver dias melhores de paz e fraternidade".

Fonte: Yahoo Notícias

IGUATU: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO LANÇA PROTOCOLO DE INTERESSE DE FACULDADE DE MEDICINA


O Ministro da Educação Victor Godoy esteve nesta quinta-feira, 23 de junho, na cidade de Iguatu, mais precisamente no IFCE (Instituto Federal do Ceará), onde lançou o protocolo de interesse do Governo Federal em implantar no município, uma faculdade de medicina pública, para atender os estudantes da região. Diversos políticos e autoridades da região Centro-Sul marcaram presença.

O curso de medicina será totalmente gratuito por meio da Universidade Federal do Ceará (UFC). O Ministro chegou em Iguatu por volta das 09h30, sob um forte aparato de segurança. Logo em seguida, o Ministro viajou para o Piauí, onde inaugura uma escola cívico-militar.

Fonte: Radialista Paulinho Neto

Acopiara e Quixeramobim sediam encontros do PSD nesta sexta, 24, e sábado, 25


O PSD reúne lideranças partidárias para encontros regionais que serão sediados nas cidades de Acopiara e Quixeramobim. Os dois eventos seguem um calendário partidário da sigla que tem como objetivo percorrer todo o Estado do Ceará para apresentação do projeto político no pleito eleitoral deste ano.

De passagem pelas regiões, o ex-vice-governador e presidente estadual do partido, Domingos Filho, tem sido recebido por apoiadores. Uma comitiva de deputados, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, pré-candidatos e aliados têm acompanhado os encontros.

A convenção partidária já tem data marcada para o dia 23 de julho. No ato, serão homologadas as candidaturas e as alianças para as eleições de outubro próximo. A meta é eleger cinco deputados federais e oito estaduais, além da composição na chapa governista pela sucessão estadual.

Em Acopiara, o evento ocorre nesta sexta-feira, 24, a partir das 9h, na AABB, localizada na Rua São Gabriel, no Bairro Moreiras. Em Quixeramobim, o momento está para o sábado, 25, para o mesmo horário, na AABB da cidade, na Av. Dr. Joaquim Fernandes, 525, Centro.

Fonte: Repórter Ceará

ACOPIARA: LANÇAMENTO DO CURSO JOVENS EMPREENDEDORES PRIMEIROS PASSOS


A Secretaria da Educação de Acopiara realizou em parceria com o Sebrae o lançamento do curso JOVENS EMPREENDEDORES PRIMEIROS PASSOS-JEPP, uma iniciativa voltada a capacitação de professores do Ensino Fundamental para desenvolverem nas crianças e jovens estudantes o potencial empreendedor com incentivo a criatividade e o "sonhar" que possibilita a descoberta dos próprios talentos.

No evento de lançamento estiveram presentes o secretário Robinho Almeida, a coordenadora do JEPP no município, Lulu Borges, a Articuladora do Selo Unicef Aldanila Oliveira, representantes do Sebrae, diretores escolares, NUCA, e técnicos da secretaria da Educação, entre outros presentes.




quarta-feira, 22 de junho de 2022

Menino de 5 anos morre de calor após mãe esquecê-lo dentro de carro


Uma criança de 5 anos foi esquecida pela mãe dentro de um carro e morreu de calor, na cidade de Harris, nos Estados Unidos, na última segunda-feira (20).

A cidade atingiu uma temperatura recorde de 38 °C neste dia. De acordo com informações do xerife do condado de Harris, Ed Gonzales, o menino foi deixado no veículo por várias horas e encontrado sem vida quando as equipes de emergência chegaram.

Conforme publicação de Gonzales, a mãe da criança voltou para casa com o menino e a outra filha de 8 anos. Ao sair do carro, ela pensou que o garoto havia deixado o carro junto com a irmã, mas ele permaneceu preso no assento de segurança infantil.

"Após 2 ou 3 horas, a mãe percebeu que o menino não estava dentro de casa. Quando chegou em seu carro, descobriu que ele ainda estava no assento de segurança”, escreveu o xerife.

“Normalmente, o menino saberia como se soltar e sair sozinho, mas não conhecia carro direito porque era alugado” completou. A investigação do caso segue em andamento.

Fonte: Diário do Nordeste

Campanha de Bolsonaro vê prisão de ex-ministro como 'verdadeiro desastre'


A prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro nesta quarta (22) está sendo vista como "um verdadeiro desastre" por aliados e integrantes da campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Ribeiro está sendo investigado pelos crimes de corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência.

Segundo um dos conselheiros de Bolsonaro que atua na área eleitoral, a detenção do ministro e de pastores ligados ao mandatário abala o principal pilar do discurso do presidente: o de que não há corrupção em seu governo.

O presidente da República e seus principais apoiadores martelam nessa tecla como forma de atacar o ex-presidente Lula, que foi condenado e preso por corrupção.

Praticamente todos os processos a que o petista respondia foram anulados, arquivados ou tiveram sentença de absolvição. Mas ele sempre é retratado por bolsonaristas como "o ex-presidiário".

Com a prisão de Milton Ribeiro, a narrativa fica comprometida, segundo aliados do próprio presidente.

A Polícia Federal realizou na manhã desta quarta-feira (22) uma operação contra o ex-ministro e pastores suspeitos de operar um balcão de negócios no Ministério da Educação e na liberação de verbas do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

Ribeiro e ao menos um dos pastores, Gilmar Santos, já foram presos, como revelado pela Folha.

A PF também cumpre mandados de busca e apreensão em endereços de Ribeiro, de Gilmar e do pastor Arilton Moura, esses dois últimos são ligados ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e apontados como lobistas que atuavam no MEC. Agentes federais estiveram ainda na sede da pasta, em Brasília.

A ação desta quarta-feira foi batizada de Acesso Pago e investiga a prática de "tráfico de influência e corrupção para a liberação de recursos públicos" do FNDE.

Com base em documentos, depoimentos e um relatório da CGU (Controladoria-Geral da União) foi possível mapear indícios de crimes na liberação de verbas do fundo. Ao todo, são cumpridos 13 mandados de busca e apreensão e cinco de prisões em Goiás, São Paulo, Pará e Distrito Federal.

No mandado de prisão de Ribeiro, o juiz Renato Borelli, da 15ª Vara Federal em Brasília, lista os crimes investigados e que podem ter sido cometidos pelo ex-ministro. São eles: corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência.

O magistrado também determinou que o ex-ministro de Bolsonaro seja transferido para a superintendência da PF no Distrito Federal.

Os dois pastores, Gilmar e Arilton, são peças centrais no escândalo do balcão de negócios do ministério. Como mostrou a Folha, eles negociavam com prefeitos a liberação de recursos federais mesmo sem ter cargo no governo.

Os recursos são do FNDE, órgão ligado ao MEC controlado por políticos do centrão, bloco político que dá sustentação a Bolsonaro desde que ele se viu ameaçado por uma série de pedidos de impeachment e recorreu a esse apoio em troca de cargos e repasses de verbas federais.

O fundo concentra os recursos federais destinados a transferências para municípios.

Prefeitos relataram pedidos de propina, até em ouro.

Em áudio revelado pela Folha, o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro disse que priorizava pedidos dos amigos de um dos pastores a pedido de Bolsonaro.

Na gravação, o ministro diz ainda que isso atende a uma solicitação do presidente Bolsonaro e menciona pedidos de apoio que seriam supostamente direcionados para construção de igrejas. A atuação dos pastores junto ao MEC foi revelada anteriormente pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Ribeiro deixou o cargo no fim de março, uma semana após a revelação pela Folha. ​

Em nota, o MEC confirmou que a PF esteve na sede da pasta e diz que colabora com as investigações em todas as instâncias. "O MEC ressalta que o Governo Federal não compactua com qualquer ato irregular e o continuará a colaborar com as investigações", diz a nota.

Gilmar Santos e Arilton Moura negociavam, ao menos desde janeiro de 2021, a liberação de empenhos para obras de creches, escolas, quadras ou para compra de equipamentos. Os recursos são geridos pelo FNDE, órgão do MEC controlado por políticos do centrão.

Os pastores gozavam de trânsito livre no governo, organizavam viagens do ministro com lideranças do FNDE e intermediavam encontros de prefeitos na própria residência de Ribeiro.

Ambos tinham em um hotel de Brasília uma espécie de QG para negociação de recursos. Ali, recebiam prefeitos, assessores municipais e também integrantes do governo.

Fonte: Folhapress via Yahoo Notícias

Forricó, tradicional festa do município de Icó/CE é cancelada após alta nos casos de Covid-19


A prefeitura do município de Icó, no Ceará, decidiu cancelar a realização do Forricó, uma das maiores festas populares do interior do estado. O motivo foi o aumento significativo dos casos de Covid-19 registrado na cidade nos últimas dias.

“O aumento significativo de testes positivos de Covid-19 tanto em farmácias como na rede pública pegou a todos de surpresa. Diante disso, em reunião realizada com a participação da prefeita, da Secretaria de Saúde, da diretoria do Hospital Regional, da Procuradoria do Município e de cerca de 20 instituições pública e privadas, foi decidido pelo cancelamento do evento que acontece há 34 anos na cidade”, disse o procurador Fabrício Moreira.

Prevista para acontecer nos dias 8, 9 e 10 de julho, a festa tinha algumas atrações pré-agendadas dentre as quais a banda Matruz com Leite e os cantores Mano Walter, Júnior Viana, entre outros.

O evento gratuito é realizado no Largo do Theberge, conhecido popularmente como a ‘Praça do Forricó’ e chega a reunir de 20 mil a 50 mil pessoas por noite.

Fonte: G1 

Pesquisa Big Data Ceará: Wagner e Roberto Cláudio têm as maiores rejeições


Pesquisa Real Time Big Data, encomendada pela Record TV e divulgada nesta terça-feira, 21, mostrou a rejeição de cada um dos pré-candidatos ao Governo do Ceará. Quem lidera nesse quesito é o deputado federal licenciado Capitão Wagner (União Brasil): 42% dos entrevistados disseram que não votariam no parlamentar. O segundo mais rejeitado é o ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio: 36%.

A governador Izolda Cela (PDT) aparece com 28% de rejeição, sendo seguida por Mauro Filho (PDT) - 20% -, Evandro Leitão (PDT) - 17% - Adelita Monteiro (Psol) - 16% -, e Serley Leal - 14%.

Rejeição

Capitão Wagner (União Brasil): 42%
Roberto Cláudio (PDT): 36%
Izolda Cela (PDT): 28%
Mauro Filho (PDT): 20%
Evandro Leitão (PDT): 17%
Adelita Monteiro (PSOL): 16%
Serley Leal (UP): 14%

Intenções de voto

Na pesquisa estimulada de intenção de voto, a liderança em três dos quatro cenários também é de Capitão Wagner. Cada cenário tem um pré-candidato do PDT ao Palácio da Abolição. Quando o nome é o do ex-prefeito Roberto Cláudio, há um empate técnico: Wagner tem 40%, RC, 35%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Quem tem a segunda melhor performance entre os pedetistas é a governadora Izolda Cela. Com ela na disputa, Capitão Wagner lidera com 44%, contra 29% da chefe do Executivo.

No cenário em que o deputado federal Mauro Filho é o candidato, Wagner alcança 45% das intenções de voto, contra 19% do pedetista.

A maior diferença entre os pré-candidatos ocorre quando o nome inserido na lista é o do presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Evandro Leitão. Capitão Wagner tem a preferência de 49% dos entrevistados, enquanto o deputado estadual tem 11%.

A pesquisa Real Time Big Data foi realizada por telefone, com a participação de 1.500 entrevistados, entre os dias 18 e 20 de junho. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança do levantamento é de 95% — ou seja, se for levada em consideração a margem de erro, a probabilidade de o resultado da pesquisa retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número CE-02057/2022.

Fonte: O Povo

Milton Ribeiro preso: Veja os 4 crimes pelos quais ex-ministro é acusado


Preso preventivamente pela Polícia Federal nesta quarta-feira (22), o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro teria cometido pelo menos quatro crimes. O mandado de prisão, expedido pelo juiz federal Renato Borelli, aponta os crimes de corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência.

A operação Acesso Pago deteve Ribeiro em sua casa em Santos, no litoral paulista. Também foi detido o pastor Gilmar Santos, ligado ao presidente Jair Bolsonaro (PL). Eles são acusados de instaurar um balcão de negócios no MEC (Ministério da Educação) utilizando verbas do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), ligado à pasta.

Os crimes dos quais o ex-ministro é acusado tem relação com um esquema de corrupção orquestrado por pastores evangélicos, a partir da distribuição de recursos do FNDE durante sua gestão.

Na mesma decisão, o juiz determinou que Ribeiro seja transferido para a Superintendência da PF em Brasília. O ex-ministro deve participar de uma audiência de custódia nesta quinta-feira (23), às 14h, na sede da 15ª Vara Federal.

Além de Ribeiro e Gilmar Santos, o pastor Arilton Moura também foi alvo da operação.

Fonte: Yahoo Notícias

Inadimplência bate recorde e atinge 2,7 milhões de cearenses

Mais cearenses passaram a ter dificuldade financeira, e a inadimplência atingiu recorde no estado em abril, segundo o estudo da Serasa divulgado nesta quarta-feira (22). Conforme o Mapa da Inadimplência, 40,21% dos cearenses estão na situação, equivalendo a 2.775.827 de CPFs.

No Brasil, o índice também é recorde, afetando 66 milhões de pessoas no país. O número é o maior da série histórica da Serasa Experian, iniciada em 2016. Desde o início do ano, mais de 2 milhões de brasileiros se tornaram inadimplentes

.No Ceará, eram 2,3 milhões de inadimplentes em maio de 2021, um número crescente desde então. De janeiro a abril deste ano, o número de pessoas nessa situação cresceu em mais de 110 mil.

Conforme dados da Serasa repassados ao g1, o valor médio da dívida do Ceará era de R$ 1.046,38. Em todo o Brasil, eram R$ 271,6 bilhões em dívidas entre os inadimplentes.

“Sabemos que a instabilidade econômica do país vem afetando grande parte da população. No entanto, algumas ferramentas como o saque extraordinário do FGTS e a antecipação do pagamento do 13º salário para aposentados podem e devem ser utilizadas para reorganizar as finanças pessoais, amenizar dívidas e tentar tirar o nome do vermelho”, afirmou em nota o economista da Serasa, Luiz Rabi.

Para o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, o aumento da inadimplência ao decorrer de 2022 era uma movimentação esperada, mas existem fatores que podem auxiliar o consumidor nessa situação.

Perfil das dívidas

Com relação ao perfil das dívidas, os segmentos de bancos e cartões possuem 28,1% dos débitos, enquanto contas básicas como água, luz e gás representam 22,9%.

Na comparação com abril de 2021, o setor "Financeiras" foi o que teve maior aumento na participação de inadimplência, indo de 9,6% para 12,4%.

Já o recorte por faixa etária mostra que os inadimplentes estão, em sua maioria, nas faixas de 26 a 60 anos de idade (35,2%) e de 41 a 60 anos (34,8%).

Fonte: G1

    Quem são os pastores presos por suspeita de irregularidades no MEC


    Nesta quarta-feira (22), a Polícia Federal cumpriu mandados de prisão da Operação Acesso Pago, que investiga um esquema de corrupção dentro do Ministério da Educação (MEC), com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Além do ex-ministro Milton Ribeiro, foram presos os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura, segundo a GloboNews.

    O mandado de prisão contra Ribeiro, expedido pelo juiz federal Renato Borelli, aponta os crimes de corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência.

    O esquema envolvendo os pastores e o ex-ministro foi revelado em março, quando foi revelada uma gravação de Milton Ribeiro. No áudio, ele afirmada que o governo de Jair Bolsonaro (PL) priorizou pedidos de verba negociados por dois pastores: Gilmar Santos e Arilton Moura. Os valores transferidos faziam parte do FNDE

    Nenhum dos dois nunca ocupou cargos oficiais no governo federal, mas, desde 2021, os dois faziam encontros com prefeitos no Ministério da Educação. As reuniões levaram a pagamentos e empenhos (reserva de valores) de R$ 9,7 milhões, em apenas dias ou semanas depois de promoverem as agendas.

    Segundo o áudio de Milton Ribeiro, a atuação dos dois pastores teria começado após uma solicitação do presidente Jair Bolsonaro.

    Quem são os pastores presos

    O pastor Gilmar Silva dos Santos, de 61 anos, é líder do Ministério Cristo Para Todos, uma ramificação da Assembleia de Deus em Goiânia (GO). Nascido em São Luís do Maranhão, se formou em teologia e doutorado em divindade e é casado com a pastora Raimundinha há 38 anos.

    Além do ministério, Gilmar dirige o Instituto Teológico Cristo para Todos (ITCT) e preside a Convenção Nacional de Igrejas e Ministros das Assembleias de Deus no Brasil (Conimadb).

    O pastor evangélico também é sócio de cinco empresas, segundo dados da Receita Federal, incluindo a Editora Cristo Para Todos. Ele também participa da criação de uma televisão virtual para o Ministério Cristo Para Todos.

    Já tendo pregado a favor do presidente Jair Bolsonaro (PL), em um culto de setembro de 2021, o pastor também tem fotos ao lado de Milton Ribeiro e Ciro Nogueira, publicadas em suas redes sociais, onde soma cerca de 200 mil seguidores.

    Já o pastor Arilton Moura Correia é presidente do Conselho Político do Conimad, do qual participa Gilmar. Ele não possui uma presença ativa nas redes sociais.

    Foi nomeado secretário estadual extraordinário de Integração de Ações Comunitárias pelo então governador do Pará Simão Jatene (PSDB), em maio de 2018, cargo do qual foi exonerado em novembro do mesmo ano.

    Segundo o Tribunal Regional do Pará (TRE-PA), Arilto consta como presidente estadual do PHS, partido que foi incorporado pelo Podemos.

    Fonte: Yahoo Notícias

    IGUATU: CASOS DE COVID TEM AUMENTO DE 500%


    O que há meses atrás não passavam de três ou quatro casos ativos de covid-19, pulou de uma forma exponencial nos últimos dias para 77.

    Os casos confirmados ativos voltam a preocupar as autoridades sanitárias no município de Iguatu. Desses 77, apenas 1 no momento foi encaminhado para uma internação clínica e os outros tratam-se em domicílio.

    Os casos suspeitos também aumentaram e já são 20 pessoas esperando resultados de exames.

    Em Iguatu até hoje, já morreram 240 pessoas vítimas da covid-19. A preocupação com a elevação dos casos se deve às grandes aglomerações com festas juninas, que juntam milhares de pessoas.

    A previsão é que o número de positivados com a covid-19 deve aumentar nos próximos dias.

    Fonte: Radialista Paulinho Neto