quarta-feira, 25 de maio de 2016

Suspeito de escândalo sexual, padre é afastado da paróquia no Interior do Ceará

Um escândalo sexual envolvendo um membro da Igreja católica pó de se transformar em um caso de Polícia no interior do Ceará. O fato veio à tona na cidade de Quixeramobim, no Sertão Central (a 201Km de Fortaleza. A Diocese de Quixadá já afastou o sacerdote que teria mantido um caso sexual com uma adolescente de 15 anos e a garota acabou engravidando.
Conforme as primeiras informações, o padre teria tendo um caso com a garota desde quando ela tinha apenas 14 anos. Com a  notícia de que a garota havia engravidado, o caso ganhou logo repercussão e somente será esclarecido com exame de DNA que será realizado quando o bebê nascer. Contudo, a Diocese de Quixadá agiu preventivamente e já determinou o afastamento do religioso.
O suspeito é o padre Vitoriano Campos, da Paróquia de São Francisco, no bairro da Maravilha. O assunto tem um dos mais comentados naquela comunidade desde o último fim de semana.
Mesmo não havendo ainda a comprovação da gravidez da adolescente – o que em tese se constituiria em um crime de estupro de vulnerável, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente – o padre teria se sentido constrangido e intimidado e decidiu se afastar da paróquia.  Fiéis daquela igreja não souberam dizer para onde o padre foi embora.
Vaticano
Segundo ainda informações de Quixeramobim, na tarde do último domingo (22) o bispo da Diocese de Quixadá, Dom Ângelo Pignoli, esteve na  Paróquia da Maravilha, onde realizou um encontro com os moradores e informou que o padre está suspenso das atividades sacerdotais e não poderá celebrar missas nem outro rito até que o Vaticano julgue o caso.
O delegado de Polícia Civil da cidade, Salviano de Pádua, informou que não há nada registrado oficialmente sobre o caso, mas este deverá ser analisado. Se ficar comprovado que o religioso teve relacionamento com a garota antes que ela tenha completado 14 anos, ficará caracterizado o estupro a vulnerável e o padre pode ser indiciado em inquérito.
O Bispo de Quixadá ofereceu acompanhamento psicológico à garota e seus familiares.
Fonte: Ceará News 7

Cavalo chama atenção e é considerado o "mais bonito do mundo"

Frederik the Great, um famoso cavalo da raça Frísio, está sendo considerado por internautas como o garanhão "mais bonito do mundo".
De acordo com as informações do Daily Mail, o animal pertence ao haras Pinnacle Fresians, especializado na espécie e com base em Ozark Mountains, nos Estados Unidos.
Com pelagem negra, brilhante, e uma longa crina ondulada, o equino chamou a atenção dos internautas após uma página em sua homenagem ter sido criada pelos funcionários do estabelecimento.
Agora, mais de 12,5 mil seguidores acompanham as atividades do garanhão, que tornou-se pai em agosto do ano passado com o nascimento de seu filhote, Vaughn. O pequeno apresenta todas as características de Frederik e foi colocado à venda por US$ 5,3 mil (cerca de R$ 19 mil).




ACOPIARA: CIDADÃO COMENTA SOBRE MÁQUINAS DO PAC


ACOPIARA: VEREADORA LARA HOMENAGEIA HOMEM E MULHER DO CAMPO



Sem o trabalhador e a trabalhadora rural, não teríamos com que nos alimentar e alimentarmos nossas famílias. Parabéns a essa importantíssima classe, e principalmente aos trabalhadores rurais da minha Acopiara. Ainda falta para todos os direitos dos trabalhadores rurais serem respeitados em nosso município, infelizmente. Essa classe é por diversas vezes esquecida. Mas, não podemos nos conformar, temos que continuar a lutar por melhorias, e contem sempre comigo. 


Enxame cerca carro para 'soltar' abelha-rainha presa em porta-malas

Um carro foi cercado por 20 mil abelhas por dois dias. O fato inusitado aconteceu porque a abelha rainha ficou presa no porta-malas do automóvel. O proprietário do veículo não sabia que o inseto estava preso. Ele só foi ter conhecimento quando viu a traseira do seu carro repleta de abelhas. As informações são do "Metro".
 
A princípio, o grupo de cultivadores de abelhas Pembrokeshire Beekeepers pensou que os insetos foram atraídos por algum doce. Para dispersar as abelhas, Roger Burns, integrante do grupo, utilizou uma caixa de papelão, mas acabou sendo ferroado 20 vezes e não teve sucesso. Então, foi preciso convocar uma equipe de cinco especialistas para soltar a abelha-rainha do porta-malas.


Ceará contabiliza 18 mortes durante rebeliões

Chegou a 18 o número de mortes confirmadas na série de rebeliões em presídios da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Dez vítimas ainda não foram identificadas. Elas precisaram ser submetidas a exame de DNA devido ao estado dos corpos. Segundo a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), as mortes aconteceram entre sábado, 21, e domingo, 22. A quantidade de óbitos se iguala às registradas no motim mais violento do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, em 2010, que ganhou repercussão internacional. 

O plano do Governo do Estado para manter o funcionamento dos presídios durante a greve dos agentes prisionais, no último sábado, não funcionou. A intenção era que forças de segurança pública assumissem o controle das unidades enquanto houvesse paralisação. Contudo, os agentes permaneceram dentro dos presídios impedindo a entrada da Polícia.

Os grevistas se defendem e afirmam que foi irresponsabilidade do Governo garantir o “privilégio” das visitas para os detentos. O que acontece desde sábado no sistema penitenciário do Ceará é apontado como o resultado de anos de superlotação, insalubridade e falta de investimento na área.

Para Cláudio Justa, vice-presidente do Conselho Penitenciário do Ceará, a tragédia estava anunciada. “Os agentes (prisionais) sabiam da vulnerabilidade do sistema e aproveitaram para causar um estresse”, defende. Para ele, o sistema carcerário do Estado era um “barril de pólvora” e a greve foi o “estopim”. Justa avalia que o Estado subestimou a possibilidade de rebeliões em massa ao manter, de forma “imprudente”, as visitas das famílias para o fim de semana.


Ele também critica a postura dos agentes em impedir o acesso da Polícia. “Foi um ato deliberado. Os agentes são vítimas, as condições de trabalho não são ideais, mas não justifica gerar um problema 
dessa magnitude”.


Em entrevista, ontem, ao programa O POVO no Rádio, da Rádio O POVO/CBN, Élcio Batista, chefe do Gabinete do governador Camilo Santana (PT), garantiu que o Estado tinha estrutura para manter a segurança de todos os apenados, funcionários e familiares que estivessem nos presídios no fim de semana. Contudo, segundo ele, o efetivo policial só conseguiu entrar nas unidades quando as rebeliões já haviam sido deflagradas. “(As rebeliões) fizeram, inclusive, que os agentes saíssem dos presídios. Só então a PM conseguiu entrar”, relata.

Valdemiro Barbosa, presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores Públicos do Sistema Penitenciário do Ceará (Sindasp-CE), diz que a categoria cumpriu todas as medidas para a legalidade da greve. O sindicato avisou previamente que as visitas seriam suspensas; o Estado garantiu que elas iriam acontecer, ele argumenta. “Eles agiram de forma irresponsável garantindo que tudo estaria normal”, afirma.

No fim de semana, famílias apreensivas e revoltadas com a privação das visitas interditaram ruas, fizeram manifestações e entraram em confronto com a Polícia Militar. Para Barbosa, ver os familiares é uma “regalia” concedida aos presos.

Ele não descarta outra paralisação da categoria. “Não vamos aceitar ser responsabilizados pela irresponsabilidade do Governo”.

Problema antigo

Para o presidente do Sindasp-CE, o sistema penitenciário do Estado está “desmantelado”. Segundo ele, as unidades já estavam quebradas antes mesmo dos motins e faltavam agentes e condições de trabalho para aqueles que já atuam no setor. “A conta não fecha. Aumentam investimentos no policiamento ostensivo, aumentam a demanda carcerária e fazem um corte de orçamento para o sistema”, criticou.

A superlotação dos presídios é apontada pela pesquisadora Celina Lima, do Laboratório de Estudos da Violência (LEV), da Universidade Federal do Ceará (UFC), como um dos elementos que mais contribuem para a tensão na massa carcerária. Ela lista ainda a ociosidade, a lentidão em julgar os processos e as condições insalubres. “Eu vejo como uma tragédia anunciada que atingiu o ponto nevrálgico ao tirar as visitas”, analisa.

Saiba mais

Desde a greve dos agentes prisionais, o Governo do Estado instalou gabinete de crise para cuidar da situação. Na segunda-feira, 23, o governador solicitou apoio da Força Nacional.

Cem homens foram enviados para apoiar as forças militares do Ceará para garantir a segurança nos presídios durante as reformas. O efetivo deve chegar até amanhã. Mais 120 militares poderão ser solicitados para reforçar o Estado. As informações são do Gabinete do Governador.

A Sejus transferiu emergencialmente alguns internos para o Centro de Execução Penal e Integração Social, em Itaitinga. A unidade prisional está em construção, com 95% das obras concluídas. Esse grupo de detentos foi ameaçado por outros internos. A transferência foi para resguardá-los.


A Secretaria informou ainda que não houve interrupção no fornecimento de água nem comida nas unidades. Assistentes sociais estão na entrada dos complexos oferecendo apoio aos familiares.

Fonte: O Povo

ACOPIARA: PARCERIA FECHADA... AGUARDEM PROMOÇÕES SENSACIONAIS!!!

FECHAMOS PARCERIA: PROGRAMA CIDADE ALERTA DA RÁDIO CARINHOSA AM DE ACOPIARA E O ARROZ REALENGO.

EM BREVE MUITAS PROMOÇÕES E NOVIDADES

ACOPIARA: PARTICIPE DA CAMINHADA DA PAZ


Filho de Acopiara pratica suicídio em cela de presídio em Mombaça

Um filho natural de Acopiara, identificado como Evandro, morador do bairro Moreira, praticou suicídio por enforcamento no final da tarde da última segunda-feira, num presídio de Mombaça.

Segundo informações o presidiário estava enfrentando problemas de depressão e isso teria motivado o suicídio. O corpo de Evandro foi sepultado no final da tarde de ontem (24) no cemitério São João Batista, em Acopiara.

Fonte: Acopiara Alerta

ACOPIARA: ACIDENTE DE TRÂNSITO NA AV. PEDRO ALVES


Foi registrado no final da manhã desta quarta-feira (25), um acidente de Trânsito na Av. pedro Alves em Acopiara na região Centro Sul do Ceará,  As vítimas do acidente foram identificadas como Elizeu Moreira da Silva, 46 anos e José Alves da Silva, 43 anos. A primeira vitima sofreu uma fratura exposta em uma das pernas e a outra vitima sofreu  escoriações pelo corpo. Os dois foram socorridos pela equipe do  SAMU e  em seguida levados para o hospital Júlia Barreto.

Fonte: Blog do Élber Feitosa

ACOPIARA: COMUNIDADES SERÃO BENEFICIADAS COM CASAS POPULARES

Foi realizada na tarde desta terça-feira (24) na comunidade do Bom Nome a assinatura para a construção de 35 casas populares nas comunidades de Bom Nome, Bom Lugar, Vaca e Vila Caixa. 

35 famílias foram beneficiadas pelo PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO RURAL, onde cerca de um milhão e meio de reais vai circular no nosso município com a contratação de mão-de-obra local e compra de material de construção na nossa cidade.

Serão 12 casas na comunidade de Bom Nome, 06 na comunidade de Bom Lugar, 14 na Vila Caixa e 03 no sítio Vaca.

A previsão é que dentro de 15 ou 20 dias, comecem os trabalhos de construção das moradias populares e cada casa terá 54 m² de área construída com alpendre, uma sala, dois quartos, uma cozinha com azulejo, um banheiro todo no azulejo e uma área de serviço e toda na cerâmica.

Terá também a instalação de água e energia elétrica internamente.

O financiamento das casas será através da Caixa Econômica Federal e foi intermediado pelo Banco Paju que fez os cadastros e a pesquisa ampla dos contemplados.



Veterinária comete suicídio após ser obrigada a sacrificar 700 cães

A veterinária Jian Zhicheng, que comandava um abrigo público de animais em Taiwan, cometeu suicídio após receber críticas na internet por ter submetido 700 cães a eutanásia em um período de dois anos. 

De acordo com a imprensa local, Jian entrou em depressão após ser obrigada a sacrificar os animais. No entanto, a situação piorou após ela aparecer em um programa de TV para falar sobre sua rotina de trabalho e anunciar o número de eutanásias feitas por ela.

Na ocasião, ela ainda citou a questão da capacidade do abrigo, explicou que era obrigada a submeter os cães a eutanásia caso não fossem adotados em até 12 dias e fez um apelo para que as pessoas deixem de ir a lojas para comprar animais e passem a adotá-los, a fim de evitar situações como essa. 

Depois disso, a veterinária passou a receber críticas e xingamentos como "açougueira" nas redes sociais, e decidiu injetar no próprio corpo as drogas utilizadas no procedimento. Ela morreu cinco dias depois, no último dia 12, segundo o Daily Mail. 

Ela deixou uma carta de suícidio que, em um trecho, diz: "A vida humana não é diferente da vida de um cachorro; Eu irei morrer pelas mesmas drogas que uso para colocar cachorros para dormir em paz".

O abrigo conta com capacidade para 500 cães e 100 gatos. De acordo com o jornal britânico, um funcionário do local informou que a lei permite submeter os animais a eutanásia em caso de lotação. "Como é um abrigo de animais, não podemos recusar aqueles sem lar, mesmo quando há mais entrando do que saindo", declarou ele. "[Portanto], a fim de manter o padrão de qualidade de vida de animais, isso é permitido".

Veja a numeração do Brasil na Copa América


Promoção de 61 militares marca os 181 anos da Polícia Militar do Ceará

A solenidade dos 181 anos de fundação da Polícia Militar do Estado do Ceará, nesta terça-feira (24), no Palácio da Abolição, contou com a promoção de 55 policiais e seis bombeiros militares, totalizando 61 promovidos. A maioria deles entrará para a reserva pelo critério de promoção requerida. Eles foram beneficiados pela lei, sancionada pelo governador Camilo Santana, que regulamenta as promoções no Estado, garantindo a ascensão na carreira militar ao longo do tempo.
Tertuliano da Costa Nobre, promovido a coronel, destacou o longo caminho até chegar à atual patente. “Essa promoção veio praticamente no final da minha carreira como militar. Sirvo há mais de 30 anos e esse reconhecimento antes vinha com certa dificuldade, existia até a possibilidade de eu me aposentar e não ser promovido. Ao ingressar nessa carreira, sonhamos alcançar o último posto, e ir para a reserva sem conseguir isso é frustrante, era o que vinha acontecendo com muitos de nós. Ao ver a situação ser revertida, é gratificante, a sensação é só de alegria para nós e nossas famílias que nos acompanham por todo esse processo”, disse.
Também promovido a coronel, João José Viana da Silva ressaltou a importância do reconhecimento da categoria. “Esperávamos por esse momento há aproximadamente 10 anos e meio. Sem dúvida é um reconhecimento da nossa categoria por parte das autoridades, em especial o Governo do Estado, que nos permite estar aqui, garantindo a nossa ascensão profissional”, afirmou.
O governador Camilo Santana destacou a importância da valorização da corporação para a segurança pública do Ceará. “Desde que assumi o governo tenho trabalhado dia e noite. Tenho feito todo o esforço possível para diminuir as dificuldades em meio a tempos difíceis. A Lei de Promoções no ano passado promoveu quase nove mil militares. Foram 10 eventos por todo o Ceará e vivi alguns dos momentos mais emocionantes ao longo da minha vida,  e essa promoções vão continuar por todos os anos. É a oportunidade de valorizar esses profissionais. Nenhum Estado fez algo parecido. E não existe nenhuma profissão que exige mais do que a de um policial, pois ele coloca a vida em risco para proteger nossos cidadãos. Portanto, todas as homenagens, agradecimentos, serão pouco para agradecer”, disse.
A cerimônia também contou com a entrega de 34 medalhas do Mérito Militar e 150 medalhas José Martiniano de Alencar para militares que prestaram importantes serviços ao longo dos anos, além da exibição de um vídeo em homenagem ao aniversário da corporação.
Camilo Santana reforçou a necessidade do espírito de união para a continuidade do trabalho. “É com enorme satisfação que participo dessa cerimônia de 181 anos da Polícia Militar. É uma história de muitos desafios e conquistas, com guerreiros e guerreiras que fazem a instituição, além do povo cearense que a reconhece como competente e honrada. Como comandante maior dessa tropa, tenho orgulho de fazer parte dessa família, e como toda família, é importante que estejamos juntos nos bons e maus momentos para enfrentar as batalhas com mais força em busca das vitórias”, completou.
Também estiveram presentes na cerimônia a vice-governadora Izolda Cela; o secretário de Segurança do Estado, Delci Teixeira; o chefe da Casa Militar, coronel Túlio Studart; o secretário do Planejamento, Hugo Figueirêdo; a secretária da Controladoria Geral de Disciplina (CGD); Socorro França; o presidente do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), Eudoro Santana; o comandante Geral da PM, Giovanni Pinheiro; o comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Eraldo Pacheco; o secretário municipal de Segurança Pública, Francisco Arruda; os deputados estaduais Tin Gomes e Capitão Wagner; o desembargador Tarcílio Sousa; o vereador Iraguassu Teixeira; entre outros.
Lei das Promoções
Assinada pelo governador Camilo Santana em 22 de abril de 2015, a Lei das Promoções foi aprovada por unanimidade pelos deputados e sancionada no dia 25 de maio do ano passado, durante a solenidade de comemoração dos 180 anos da Polícia Militar do Ceará. A medida institui um fluxo regular e automático na carreira dos oficiais e praças estaduais.
A principal novidade do projeto é a extinção do limitador de vagas para ascensão. Ou seja, quem cumpriu o interstício (tempo mínimo de permanência no posto para ser promovido) pode concorrer ao benefício. Toda a tropa está apta a ser promovida. A lei permitiu a promoção na carreira de 8.891 profissionais no ano passado.
Histórico da PMCE
Em maio de 1835, o presidente da província do Ceará, padre, senador vitalício e orador sacro, José Martiniano de Alencar, preocupado com a segurança e o bem estar dos habitantes da Província do Ceará, assinou a Resolução Provincial nº 13, criando a Força Pública do Ceará, embrião da Polícia Militar do Ceará (PMCE).
A partir de 4 de janeiro de 1947 passou então à denominação atual, a partir da entrada em vigor da constituição de 1946. Seu primeiro comandante foi o tenente do Exército Brasileiro Tomaz Lourenço da Silva Castro, de 1835 a 1839.
A instituição está presente em todo o Estado com suas diversas unidades e subunidades operacionais distribuídas de forma estratégica, com mais de 17 mil homens e mulheres do efetivo distribuídos por todos os 184 municípios cearenses.
Fonte: Ceará Agora

Atlético-MG é o maior vice-campeão do Brasil

Após o levantamento dos maiores campeões do Brasil, PLACAR também traz agora a lista dos maiores vices do País, em tabela atualizada e com domínio dos mineiros.

Atlético-MG e Cruzeiro são os clubes que mais ficaram em segundo lugar na história dos clubes Brasileiros. O Atlético, após perder decisão para o América no início deste mês chegou a 45 vice-campeonatos, enquanto o Cruzeiro, com 43, vem logo na sequência. O América-MG, com 16, sequer aparece na lista.

O Cruzeiro, todavia, está empatado com São Paulo e América-RN, também com 43 vice-campeonatos. O América foi vice estadual neste ano, enquanto o São Paulo foi vice-Brasileiro em 2014, ano em que o Cruzeiro conquistou o torneio, mas acabou com o vice da Copa do Brasil.

O Paysandu conquistou as duas finais que jogou neste ano e fica em sexto, com 42 pontos. Em seguida, aparece a disputa mais "polêmica da lista". Com 40 vices, o Flamengo ainda tem um vice-campeonato a mais que o Vasco, clube do qual o rival tira sarro por ter muitos vice-campeonatos. 

O Vasco venceu as duas últimas finais do Carioca e foi terceiro colocado na série B, deixando a lista sem ser acrescida nos últimos dois anos. Mas a marca vascaína ainda persiste, muito pelo tricampeonato do Flamengo de 1999, 2000 e 2001, em que o Flamengo venceu o Vasco nas três finalíssimas do torneio.

Fonte: Revista Placar

Médico do Samu atira em colega e se mata em seguida

Um caso de homicídio seguido de suicídio está deixando a cidade de Piracicaba (SP) estarrecida. Um médico atirou no outro e depois se matou no refeitório do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), por volta das 11 horas desta terça-feira (24).
De acordo com informações do portal G1, o clínico geral Jorel Bottene disparou pelo menos quatro tiros em Deives Dias de Oliveira, coordenador da Central de Vagas do Sistema Único de Saúde (SUS) do município. 
Bottene não estava escalado para trabalhar nessa terça, mas mesmo assim foi até a unidade do Samu e, no refeitório, disparou em uma das pernas, no tórax, no abdômen e também na cabeça de Oliveira. Em seguida, atirou no próprio peito. Os colegas de Samu chegaram a socorrê-lo e levá-lo até a Santa Casa da cidade, mas ele morreu no caminho.
Até o momento, não ficou esclarecido o motivo do assassinato. De acordo com o site de notícias locais Novo Momento, eles teriam tido discussões recentes e desavenças pessoais. Porém, o secretário de Saúde de Piracicaba, Pedro Antonio de Mello, afirmou ao G1 que não havia registro de conflitos entre eles no trabalho. “ É muito triste. Nada que possa ter acontecido justifica essa tragédia”, completou.
No trabalho, Jorel Bottene era subordinado de Deives Oliveira. Como diretor técnico, Oliveira chegou assumir interinamente a Secretaria de Saúde municipal, no ano de 2013. Na época, acumulou as duas funções nas área de saúde da cidade paulista.
Jorel Bottene

Deives Oliveira

Termina hoje prazo para pagar a taxa do Enem e confirmar a inscrição

Hoje (25/05) é o último dia para que candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) paguem a taxa de R$ 68 para garantir a participação nas provas. O prazo para que isso seja feito é até as 21h30, no horário de Brasília. Ao todo, mais de 9,2 milhões se inscreveram para as provas e desses, cerca de 2,7 milhões devem pagar a taxa. Os demais são isentos.
Estudantes que concluíram o ensino médio em escolas públicas e candidatos de baixa renda que sinalizaram essa condição durante a inscrição estão isentos. O pagamento, que até o ano passado só podia ser feito em agências do Banco do Brasil, agora inclui qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios.
Provas
As provas serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro. A nota do Enem é usada como critério de acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade para Todos (ProUni). A participação na prova também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do programa Ciência sem Fronteiras ou ingressar em vagas gratuitas dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Além disso, estudantes maiores de 18 anos podem obter a certificação do ensino médio por meio do Enem.
Estudos
A plataforma Hora do Enem disponibiliza gratuitamente um plano de estudos individual para quem quer se preparar para o exame. O estudante faz um cadastro, no qual preenche o curso que pretende cursar. O site também permite ao candidato participar de simulados nacionais, além de ter acesso ao Mecflix, portal com mais de 1,2 mil videoaulas.
Fonte: Agência Brasil.

Interior do Ceará registra três crimes de latrocínio em menos de 24 horas

Ao menos, três crimes de latrocínio (roubo seguido de morte), foram registrados nas últimas 24 horas no Ceará. Todos ocorreram no Interior do Estado, onde a violência armada já deixou cerca de 100 mortos neste mês de maio.
Um dos crimes ocorreu na noite desta terça-feira na cidade de Sobral, na Região Norte do estado (224 Km de Fortaleza), quando um frentista foi atingido a tiros durante um assalto. O ataque aconteceu no estabelecimento comercial situado na Avenida José Figueiredo. O frentista identificado como Robert Fonteles, 25 anos, acabou morto, enquanto os criminosos fugiram de bicicleta levando todo o dinheiro das vendas.
Outro latrocínio foi registrado no Cariri, na Região Sul do Ceará. Aconteceu no Município de Granjeiro (478Km da Capital), onde bandidos mataram o agricultor aposentado Abel Guedes dos Santos, 77 anos.  Abel morava sozinho, na zona rural , e acabou sendo encontrado morto pelos vizinhos. Além de marcas de espancamento, tinha pés e mãos amarrados. A casa estava revirada. Os assassinos teriam roubado os documentos e dinheiro da vítima.
O terceiro caso aconteceu na cidade de Barreira, onde um homem, identificado apenas por Gino, foi baleado e morto durante um assalto a um estabelecimento comercial no Centro daquela cidade (a 75Km de Fortaleza).
Correios
Já em Fortaleza, bandidos, ainda não identificados, teriam roubado cerca de R$ 120 mil de uma agência dos Correios situada na Avenida da Universidade, no bairro Benfica. O crime ocorreu na manhã desta terça-feira. Funcionários foram mantidos como reféns. A Polícia espera identificar os criminosos através das imagens do crime captadas pelas câmeras.
Fonte: Ceará News 7

Governador do Ceará responsabiliza comando de greve por rebeliões

O governador do Ceará, Camilo Santana, responsabilizou o comando da greve dos agentes penitenciários pelos recentes episódios de rebeliões, conflitos e mortes ocorridos nos presídios durante o fim semana. Segundo Camilo, os agentes impediram as visitas aos presos, o que causou revolta entre os detentos. A afirmação foi feita nesta terça-feira (24) durante cerimônia do aniversário de 181 anos da Polícia Militar no Palácio da Abolição, sede do Governo do Ceará.
Conforme Camilo Santana, existem provas indicando que o comando da greve impediu as visitas aos presos. O governador ressaltou que o caso está sendo investigado. O G1 tentou entrar em contato com o sindicato para comentar as afirmações do governador, mas as ligações não foram atendidas.
"Houve responsabilidade do comando de greve para impedir as visitas, tem áudio, está gravado. É tanto que nos presídios que não houve problema de visita ocorreu tudo normal. Quando os presos ficaram sabendo que estavam proibindo as visitas de entrar, isso causou um pânico e aí começou a rebelião. Isso vai ser apurado, é obrigação do Estado", relatou.
O governador acrescentou que as tropas da Força Nacional que virão ao Ceará auxiliarão na segurança para recuperar as unidades prisionais que foram destruídas. A expectativa é que o reforço chegue a Fortaleza ainda nesta semana.
"Para garantir a segurança dos que estão presos e para fazer a recuperação física é preciso de contingente. Foi por essa necessidade que eu solicitei auxílio da Força Nacional, porque não posso comprometer todos os policiais no serviço lá [presídios]", ressaltou.
Um comboio com mais de 20 viaturas saiu da base de treinamentos da Força, no Gama (DF), com destino à capital cearense. O grupo chega por terra porque, de acordo com o Ministério da Justiça, os militares trabalham com apoio das viaturas.
O governador afirmou também que deve concluir nos próximos meses a Casa de Privação Provisória de Liberdade V, que deve amenizar a lotação nas unidades. "Estamos acelerando a conclusão da CPPL V, que permitir transmitir mais 1.200 homens para lá, estamos construindo também um presídio de semiliberdade, vamos já transferir alguns presos para lá."
Rebeliões e mortes  

Até esta terça-feira (24), foram confirmadas, pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), 18 mortes durante as rebeliões ocorridas no fim de semana. Já o juiz corregedor dos presídios, César Belmino, informou que o número de óbitos pode chegar a 26.

Ao todo, oito detentos mortos já foram identificados. Outros dez corpos serão submetidos a exames de DNA na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). (veja na tabela ao lado o nome dos oito presos já identificados).
crise nos presídios cearenses chegou ao quarto dia consecutivo. Após diversas rebeliões registradas entre o sábado e a segunda-feira, a situação ainda é de instabilidade nesta terça-feira (24).
A Sejus comunicou que o Departamento de Arquitetura e Engenharia avalia os danos e faz encaminhamentos para os reparos necessários. Não houve interrupção no fornecimento de água nem comida e a pasta enviou assistentes sociais para a entrada dos complexos e nos prédios para oferecer apoio aos familiares dos presos.
Os agentes penitenciários também retornaram ao trabalho no sábado, após cerca de 12h de paralisação. A categoria aceitou a proposta de reajuste na Gratificação por Atividades e Riscos (Gaer), que era de 60%, para 100%. O reajuste será pago de forma escalonada: 10% em fevereiro de 2017, 10% em janeiro de 2018 e 20% em novembro de 2018.
Em nota, a Secretaria da Justiça também divulgou que foi realizada a transferência emergencial de internos para o Centro de Execução Penal e Integração Social, nova unidade prisional do Complexo Itaitinga II. O local está com 95% das obras finalizadas.
Segundo a pasta, a medida teve como objetivo resguardar a integridade física desses internos, visto que eles foram ameaçados por outros internos.
Fonte: G1

Aécio Neves entra na mira do STF após novo escândalo

Após a queda do ministro do Planejamento, o agora senador Romero Jucá (PMDB-RR), em meio à articulação e execução do golpe de Estado, em curso no país, a ação do Judiciário desperta apreensão entre os líderes tucanos para um rápido desfecho contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Os novos fatos tendem a alterar o curso da disputa entre os caciques tucanos. Citado em diferentes delações premiadas e gravações incidentais, o candidato derrotado em 2014 pela adversária petista Dilma Rousseff coleciona suspeitas de liderar uma quadrilha que atua na circulação de propina em estatais, empreiteiras e no tráfico de influência.

Investigado pela Polícia Federal e citado no escândalo da Lava Jato, Aécio Neves entra no campo de mira do ministro Teori Zavascki, relator do processo no Supremo Tribunal Federal (STF), após revelada a trama golpista que afastou Dilma Rousseff do cargo. Romero Jucá e o ex-presidente da Transpetro Sergio Machado foram flagrados enquanto articulavam o impedimento da presidenta eleita, democraticamente. Na conversa, Aécio Neves foi citado como o primeiro em uma lista de futuros réus no STF, com todas as consequências políticas que o processo possa significar.

A luta fratricida, no ninho tucano, ganhou novos episódios, nesta manhã, com a articulação do chanceler José Serra — porta-voz do governo golpista no Itamaraty — para assumir o cargo deixado por Romero Jucá. Se alcançar o objetivo, reduzem-se as chances para as possíveis candidaturas, em 2018, de Aécio Neves, prestes a se ver diante da Justiça, e do governador paulista Geraldo Alckmin, náufrago em outros escândalos no seu Estado, como o da merenda escolar e do Metrô.
Uma provável ascensão de Serra, no entanto, estaria com os dias contados até a votação, no Plenário do Senado, para o retorno ou o afastamento definitivo de Dilma, que se fortalece nas ruas, junto aos movimentos civis e nas redes sociais. Pertencer a mais um governo fracassado, para Serra, seria a pior das credenciais junto aos eleitores. O ministro de facto das Relações Exteriores, no entanto, teve seu possível envolvimento em esquemas criminosos citado por Jucá.
Confiantes que um pedido de prisão de José Serra, hoje, seria o cenário mais pessimista, os articuladores do governo imposto passam a lidar, prioritariamente, com a situação de Aécio Neves fora do páreo. Afinal, os holofotes do Judiciário se voltam, agora, para os fatos que marcam as investigações sobre o ex-governador mineiro.
Aécio Neves foi citado no depoimento do doleiro Alberto Youssef, em uma de suas delações premiadas. O réu afirmou, diante do juiz Sérgio Moro — titular da vara federal do Paraná — ter ouvido do ex-deputado José Janene (filiado ao PP, morto em 2010) que Aécio dividiria uma diretoria de Furnas com o PP e que a irmã dele faria uma suposta arrecadação de recursos junto à estatal Furnas S/A, uma empresa de economia mista ligada ao Ministério das Minas e Energia. A arrecadação e distribuição de propina teria ocorrido entre 1996 e 2000, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. Em 25 de agosto do ano passado, durante acareação entre Youssef e Paulo Roberto Costa (ex-diretor de Abastecimento da Petrobras) na CPI da Petrobras, o doleiro reiterou que Aécio recebeu dinheiro desviado de Furnas.
— Eu confirmo (que Aécio teria recebido dinheiro de corrupção) por conta do que eu escutava do deputado José Janene, que era meu compadre e eu era operador dele — respondeu Youssef à pergunta de um deputado.
Em 2015, o ministro Teori Zavascki arquivou o caso por insuficiência de informações, seguindo proposta do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, mas poderá reintegrá-lo, a qualquer tempo, como subsídio ao processo da Lava Jato.
O senador mineiro também foi descrito como “o mais chato” cobrador de propinas, em julho do ano passado, no depoimento do entregador de valores Carlos Alexandre de Souza Rocha, conhecido como Ceará. O funcionário do doleiro Youssef disse — em outra delação premiada — ter ouvido que Aécio Neves cobrava, insistentemente, propina junto à empreiteira UTC. Ceará, um dos contratados do doleiro Alberto Youssef para transportar valores, disse ter levado R$ 300 mil a um diretor da UTC, no Rio de Janeiro, e que o montante seria destinado ao senador do PSDB. Ainda de acordo com Ceará, esse diretor, de sobrenome Miranda, estava ansioso pela “encomenda” e que teria dito:
— Esse dinheiro tá me sendo muito cobrado.

Aécio, propinas e escândalos

Antes de Machado se referir ao “esquema do Aécio”, na trama para derrubar o governo eleito, uma outra confissão se destaca no processo contra o político mineiro. No início deste ano, o lobista Fernando Moura, em depoimento ao juiz Sergio Moro, disse ter ouvido relato de uma suposta divisão de propina proveniente da estatal Furnas entre o PT e Aécio Neves. Segundo Moura, na sua delação premiada, o senador mineiro indicou Dimas Toledo para um cargo de direção em Furnas, logo após a eleição de 2002, quando Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito presidente pela primeira vez.
Moura é apontado pela Lava-Jato como lobista ligado ao ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. Segundo o delator, ao assumir a diretoria, Dimas Toledo disse a ele que “em Furnas era igual”, numa referência ao esquema de propina. Ele disse:
— Não precisa nem aparecer aqui. Vai ficar um terço São Paulo, um terço nacional e um terço Aécio — afirmou Moura em depoimento.
As suspeitas que pesam sobre Aécio Neves foram ampliadas no acordo de delação premiada que o senador cassado Delcídio Amaral negocia com a Justiça. Amaral falou, em juízo, sobre suposta atuação de criminosa de Aécio Neves na CPI dos Correios, em 2006, durante as investigações do escândalo que deu origem à Ação Penal 470, no STF, conhecido como ‘mensalão’. À época, Aécio era governador de Minas Gerais e o PSDB local entrou no foco das investigações porque tinha adotado esquema semelhante para financiar campanhas eleitorais, em nível regional.

A gravação de Jucá

Ex-ministro do Planejamento, o senador Romero Jucá citou o ministro Serra e os senadores Aécio Neves, Aloysio Nunes e Tasso Jereissati, todos do PSDB, nas gravações que desembarcaram, nesta manhã, na Procuradoria Geral de Justiça (PGR), em Brasília. “O primeiro a ser comido vai ser o Aécio”, disse Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, em referência à Operação Lava Jato.
Jucá afirma, ainda, que Aécio não ganharia eleições:  “O Aécio não tem condição, a gente sabe disso, p… Quem que não sabe? Quem não conhece o esquema do Aécio? Eu, que participei de campanha do PSDB…”. Os diálogos de uma hora e 15 minutos sugerem um pacto, inclusive com “o Supremo, com tudo”, para barrar a Lava Jato.
Machado: ”A situação é grave. Porque, Romero, eles querem pegar todos os políticos. É que aquele documento que foi dado…”
Jucá: “Acabar com a classe política para ressurgir, construir uma nova casta, pura, que não tem a ver com…”
Machado: “Isso, e pegar todo mundo. E o PSDB, não sei se caiu a ficha já”.
Jucá: “Caiu. Todos eles. Aloysio (Nunes, senador), (o hoje ministro José) Serra, Aécio (Neves, senador)”.
Machado: “Caiu a ficha. Tasso (Jereissati) também caiu?”.
Jucá: “Também. Todo mundo na bandeja para ser comido”.
Machado: “O primeiro a ser comido vai ser o Aécio”.

Jucá: “Todos, p…. E vão pegando e vão…”.
Machado: “O que que a gente fez junto, Romero, naquela eleição, para eleger os deputados, para ele ser presidente da Câmara? (E muda de assunto…) Amigo, eu preciso da sua inteligência”.
Jucá: “Não, veja, eu estou a disposição, você sabe disso. Veja a hora que você quer falar”.
Machado: “Porque se a gente não tiver saída… Porque não tem muito tempo”.
Jucá: “Não, o tempo é emergencial”.
Machado: “É emergencial, então preciso ter uma conversa emergencial com vocês”.
Jucá: “Vá atrás. Eu acho que a gente não pode juntar todo mundo para conversar, viu? (…) Eu acho que você deve procurar o (ex-senador do PMDB José) Sarney, deve falar com o Renan, depois que você falar com os dois, colhe as coisas todas, e aí vamos falar nós dois do que você achou e o que eles ponderaram pra gente conversar”.
Machado: “Acha que não pode ter reunião a três?”
Jucá: “Não pode. Isso de ficar juntando para combinar coisa que não tem nada a ver. Os caras já enxergam outra coisa que não é… Depois a gente conversa os três sem você”.
Mchado: ”Eu acho o seguinte: se não houver uma solução a curto prazo, o nosso risco é grande”.
(…)
Machado: “É aquilo que você diz, o Aécio não ganha p… nenhuma…”.
Jucá: “Não, esquece. Nenhum político desse tradicional ganha eleição, não”.
Machado: ”O Aécio, rapaz… O Aécio não tem condição, a gente sabe disso. Quem que não sabe? Quem não conhece o esquema do Aécio? Eu, que participei de campanha do PSDB…”
Jucá: “É, a gente viveu tudo”, conclui.
Fonte: Correio do Brasil

ACOPIARA: SOBRE EDUCAÇÃO

Apresento as fotos da Escola de Ensino Médio de Umari, distrito de Santa Felícia que foi construída em nossa gestão de Secretário de Educação. Com muito esforço conseguimos junto ao Governo do Estado a construção desta unidade de Ensino, além dela estava previsto a construção da Escola de Trussú. Que pena que o atual gestor não deu continuidade ao trabalho de qualificação dos nossos jovens.