segunda-feira, 25 de maio de 2020

Presidente do Flamengo revela que o clube teve oito jogadores com coronavírus

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, vem recebendo inúmeras críticas por ser o dirigente do Brasil que mais defende a volta do futebol no Brasil.

Mesmo com o país vivendo o pico da pandemia do coronavírus, com mais de 23 mil mortos.

Ele se reuniu com Jair Bolsonaro. E reafirmou ao presidente a necessidade da volta do esporte, por conta da crise econômica que os clubes enfrentam, com três meses sem atividades.

Acabou massacrado nas redes sociais.

Ele decidiu tirar a segunda-feira para se defender.

Primeiro, divulgou uma carta para os torcedores rubro-negros.

Depois, foi à tevê.

Deu seus motivos, falou que o procedimento para a volta do futebol é avaliado por médicos. E seguro.

Mas, ansioso para expor que não haverá risco aos atletas, ele acabou fazendo uma importante revelação.

O Flamengo não tem quatro jogadores que foram infectatos com o coronavírus.

Na verdade, tem oito.

"Temos observado é que, ao contrário do que muito se fala, na primeira leva de testes, foram 293, envolvendo núcleo familiar, pessoas do clube e demais pessoas, foi importante porque ajudamos a preservar os atletas.

"Hoje nós temos oito atletas com o IGG positivo, todos imunizados.

"Todos estiveram com a doença de uma forma assintomática e contaminando até mesmo sem saber."

Sim, ele fez a revelação dos oito jogadores.

Os nomes seguem sob sigilo.

Mas Landim deu mais outra demonstração do poder da pandemia.

"Até mesmo um motorista de um dos atletas estava com a doença. Esse protocolo veio a ajudar que esse problema não se disseminasse de uma forma melhor ainda. Mais nenhum deles foram infectados.

"Vários foram infectados, estiveram em período de contaminação, mas hoje estão livres da doença e não estão contaminando.

"O nosso protocolo envolve inclusive treinamentos em grupos. Toda essa discussão, falando por alto, se eu tivesse que falar do protocolo inteiro passaríamos horas aqui.

"Peço ajuda de vocês, acho que vocês (jornalistas) estão perdendo a oportunidade de mostrar como o esporte pode contribuir para a sociedade brasileira. O Flamengo é um bom exemplo, deveria ser propagandeado como um sucesso, ser elogiado.

"Mas não pelo fato do Flamengo estar treinando e seguindo um protocolo super correto, ser criticado. Todos vocês que estão falando de futebol deveriam falar sobre o exemplo do Flamengo", destacou na Foxsports.

A revelação de que o Flamengo teve oito atletas infectados no seu milionário elenco repercute nas redes sociais.

E o clube não está sendo elogiado.

Muito menos Landim.

Ao contrário.

As críticas só aumentaram.

A pergunta mais repetida incomoda.

E se esses oito atletas não estissem assintomáticos?

O Flamengo segue sua posição.

Treinando até sem permissão da prefeitura do Rio.

E exigindo a volta do futebol...

Com informações Cosme Rímoli/R7