terça-feira, 30 de maio de 2017

Homem é preso acusado de estuprar uma cadela; acusado já tinha passagem por estupro de criança


Durante a manhã desta segunda-feira (29) mais um crime foi registrado na 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas, no Pará e revoltou as autoridades policiais e populares em geral que estavam por lá.

De acordo com informações levantadas pelo repórter policial Ronaldo Modesto, o “Vela Preta”, um homem identificado como Asselmo de Souza Pedrosa, que tem 28 anos de idade, foi apresentado na Delegacia acusado de estuprar uma cadela no Bairro Vila Rica, em Parauapebas.

Em declarações prestadas à reportagem pelo policial civil Odorico Almeida, o elemento foi capturado por populares que o encaminharam até a Delegacia de Polícia. Se mostrando bastante revoltado com a situação, o policial disparou: “Eu não entendo como uma criatura dessa é capaz de praticar um crime como esse. Como a proprietária da cadelinha é humilde e não tem condições e como o animal está machucado por conta do abuso sexual, irei encaminhar para a realização de exames e providenciarei medicamentos com o meu próprio dinheiro”, se solidarizou o policial.

Hilde de Sousa Nascimento, dona da cadelinha que sofreu as agressões sexuais, afirmou para a nossa equipe de reportagens que era por volta das 4h30 da madrugada desta segunda-feira (29), momento em que ela percebeu um barulho no quintal de sua residência e observou que o elemento estava praticando atos sexuais com a cadela em seu colo. “Como eu estava com medo desse homem estar armado, preferi ficar calada, mas pela manhã o meu filho não aguentou e pediu ajuda gritando, momento em que o homem pulou o muro e foi capturado pelos vizinhos que chamaram a Polícia Militar”, relatou.


Acusado de estuprar criança

De acordo com o Investigador de Polícia Civil (IPC), Odorico Almeida, conhecido popularmente como “Rambo”, Asselmo de Souza Pedrosa, acusado de estuprar a cadelinha, já é reincidente no mundo do crime, sendo acusado também de estuprar uma criança em Parauapebas.

A equipe de reportagens gravou entrevista com o indivíduo que confirmou a informação dada pelo policial civil sobre o estupro de uma criança, porém, ele negou que tenha estuprado a cadela.


Fonte: Pebinha de Açucar