segunda-feira, 10 de abril de 2017

Eunício diz que oposição ao governo estadual não sacrifica a população e anuncia R$ 516 milhões para transposição das águas do São Francisco

“Aqui no Ceará gastaram milhões com obras megalomaníacas, inacabadas e sem serventia ou consulta à população. Por que gastaram o montante de R$ 128 milhões com os tatuzões e mais de 140 milhões com o Aquário?”.
A declaração do senador Eunício Oliveira, neste sábado (8), em Limoeiro do Norte, no Baixo Jaguaribe, a 198 quilômetros de Fortaleza, mantém a linha oposicionista ao Governo do Estado, desde o período da última eleição ao Palácio da Abolição. Durante o encontro regional do PMDB, Eunício Oliveira afirmou ainda que fazer oposição não é trabalhar contra os interesses da população.
Nesse momento, anunciou a publicação no Diário Oficial da União, da liberação de R$ 516 milhões para a conclusão da obra da transposição das águas do São Francisco, Eixo Norte, que interligará as bacias que abastecerão o açude Castanhão, beneficiando o Ceará e, principalmente, a Região Metropolitana de Fortaleza.
O encontro regional do PMDB mobilizou prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos e vereadores de 48 cidades, deputados federais, deputados estaduais, presidentes de partido, movimentos organizados de vaqueiros, juventude, trabalhadores rurais e população em geral.
Além dos peemedebistas Moses Rodrigues, Vitor Valim, Domingos Neto e Vaidon Oliveira (deputados federais), Danniel Oliveira, Leonardo Araújo e Roberto Mesquita (deputados estaduais) e Francisco de Assis Costa Filho (Secretário Nacional de Juventude), também marcaram presenças aliados do PR, PSDB, PSD, PMB e Solidariedade, representados pelo ex-governador Lúcio Alcântara; pelo presidente do PSDB do Ceará, Luiz Pontes; pelo deputado federal Raimundo Gomes de Matos; pelo deputado estadual Odilon Aguiar.
Fonte: O Povo
Observação: De Acopiara esteve presente o ex-deputado estadual Ricardo Almeida