sábado, 4 de fevereiro de 2017

'Não brinquem com fogo', diz criança queimada ao imitar vídeo na web

A criança de 11 anos que teve 40% do corpo queimado, em Fortaleza, após tentar imitar uma brincadeira com álcool em gel da internet disse que se arrepende do que fez e pede para outras crianças não brincarem com fogo da maneira que fez.  “Eu queria pedir para outras crianças que não brinquem com fogo como eu fiz. Eu me arrependi do que fiz. E também quero muito voltar para casa. É muito doloroso”, disse.
Sobre a brincadeira, ele disse que tinha feito outra vez e não tinha acontecido nada de grave.  “É, eu tinha feito isso uma vez e não tinha acontecido nada de mau. De repente, quando eu fui colocar o galão de álcool gel perto do fogo ele explodiu e veio fogo em todo o meu corpo”.
Em entrevista ao G1, o pai da criança, Cleiton Peixoto, afirmou que o acidente aconteceu na tarde do último sábado (28), no Bairro Montese. O menino sofreu queimaduras de 2º e 3º em 40% do corpo, passou por cirurgia e segue sendo observado no hospital.
De acordo com o pai da criança, o menino estava com o irmão na casa da avó no dia do acidente. "Eu saí para trabalhar com minha esposa em uma feira de moda na capital. Quando recebi uma ligação da avó, dizendo que ele tinha sofrido um acidente e teve que ir para o hospital", explica.
O menino contou que viu na internet vídeos de outras crianças brincando com álcool em gel. Segundo Cleiton, a família possui o produto em casa e a criança pegou o material para imitar a brincadeira. Ele tentou colocar o produto em uma garrafa e acendeu. Houve a explosão e acabou atingindo o jovem na metade do rosto, nas costas e em parte das pernas. "O irmão dele nada sofreu. Teve só um pequeno ferimento no pé, mas nada de grave", disse o pai. 
Ajuda dos vizinhos

A criança foi socorrida por vizinhos e encaminhada em 20 minutos para o Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza.

Segundo o pai da criança, ele não corre risco de morrer. Passou por uma cirurgia na quarta-feira (1º) no tórax. Na tarde desta sexta-feira (3), está previsto outro procedimento cirúrgico na perna.
“Está sendo muito doloroso pra ele e pra gente. Ele toma banho todos os dias. Os médicos dizem também que ele não ficará com sequelas e que a previsão de alta é de 30 dias”, afirmou o pai.
Queimaduras de 2º e 3º grau

O médico João Neto, que trabalha no setor de queimados do IJF, explicou que as queimaduras são graves, apesar de o quadro clínico, no momento, ser estável.

“Ele já iniciou o tratamento com banhos anestésicos e passou por um procedimento cirúrgico. Ele vai fazer ainda um segundo procedimento cirúrgico. Tem também que fazer transfusão sanguínea e vamos ver como vai ser, como vão se comportar as queimaduras”, analisou.
Fonte: G1