terça-feira, 2 de junho de 2020

15 maneiras de se proteger contra o coronavírus

A epidemia do novo coronavírus tem assustado o mundo todo: em apenas dois meses, a doença chegou a 80 mil casos confirmados. O vírus foi primeiro identificado na cidade de Wuhan, na China, em dezembro de 2019, e logo chegou ao Brasil, em fevereiro de 2020.

Altamente transmissível, a Covid-19 (nome dado à doença causada pelo vírus) se espalhou de forma exponencial pelo mundo e já afeta 95 países. Entretanto, apesar do aumento de casos globais e da facilidade de transmissão, ela é raramente letal.

Transmissão do novo coronavírus

As autoridades de saúde ainda tentam descobrir as formas de transmissão do novo coronavírus, mas as principais hipóteses consideradas até o momento são através do contato de pessoa para pessoa:

* Por vias respiratórias: através do ar e de gotículas provenientes de espirros, tosse e fala de indivíduos infectados

* Por contato físico direto: através de beijos, abraços e outros tipos de toque

* Por contato com superfícies contaminadas: através do compartilhamento de utensílios e ferramentas ou toque em maçanetas, corrimões e outros objetos.

Além disso, dados preliminares do Ministério da Saúde indicam que a transmissão possa ocorrer mesmo sem a apresentação de sintomas. Dada a situação, com a doença se espalhando rapidamente pelo mundo, as medidas de prevenção ainda são as melhores "armas" contra o vírus.

Como se prevenir do novo coronavírus

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde no Brasil listaram diversas orientações que ajudam a população a se proteger contra o novo coronavírus. Confira abaixo os cuidados básicos para reduzir o risco de contrair ou transmitir a doença:

* Lavar as mãos com água e sabão frequentemente

* Higienizar as mãos sempre que possível com álcool gel

* Mesmo com as mãos limpas, evitar tocar olhos, nariz e boca

* Utilizar lenço descartável para higiene nasal

* Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir

* Higienizar as mãos após tossir ou espirrar

* Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas

* Manter os ambientes bem ventilados

* Limpar regularmente o ambiente e superfícies comuns, como móveis, maçanetas, corrimão ou outros objetos em que as pessoas tocam com frequência

* Utilizar álcool 70% ou água sanitária para limpeza de ambientes

* Evitar contato físico com pessoas que tenham sintomas de gripe

* Evitar aglomerações se estiver doente

* Lavar frutas, verduras e vegetais antes de consumi-los

* Manter hábitos saudáveis, alimentar-se bem e beber muita água

* Se fizer parte do público-alvo, vacine-se contra a gripe todos os anos.

Máscaras descartáveis são úteis?

Com o alarde em torno da transmissão do novo coronavírus, algumas pessoas acham que o uso das máscaras descartáveis é um modo eficaz de prevenção contra a Covid-19. No entanto, as máscaras só são recomendadas nas seguintes situações:

* Pessoas que apresentam sintomas respiratórios, como tosse ou dificuldade de respirar

* Profissionais de saúde e pessoas que prestam atendimento a indivíduos com sintomas respiratórios

* Profissionais de saúde ao entrar em uma sala com pacientes ou tratar um indivíduo com sintomas respiratórios.

Portanto, o uso de máscaras descartáveis não é necessário para quem não apresenta sintomas respiratórios. Além disso, pessoas que utilizam máscaras descartáveis devem seguir boas práticas de uso, como remoção e descarte, assim como higienização adequada das mãos antes e após a remoção.

Com informações minhavida.com.br