sábado, 9 de junho de 2018

Programa da SPD (Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas) é voltado para estudantes do ensino médio da rede pública estadual


Iniciativa genuinamente cearense, o programa Juventude em Ação (JA), desenvolvido pelo Sistema Integrado de Prevenção (SIP) da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) do Governo do Estado, alcança destaque nacional ao ser reconhecido como uma prática inovadora. A proposta exitosa, voltada a estudantes do ensino médio da rede pública estadual, obteve o segundo lugar na classificação final da 3ª edição do Laboratório de Inovação na Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens (2017/2018). O JA foi selecionado entre 73 experiências de todo o território nacional. A apreciação foi feita pelo Ministério da Saúde (MS), por meio da Coordenação Geral de Saúde dos Adolescentes e Jovens (GSAJ), em parceria com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

O secretário Especial de Políticas sobre Drogas, Will Almeida, ressalta que o destaque do programa cearense em nível nacional representa o reconhecimento de uma prática inovadora de cuidado coletivo na direção da valorização da vida e do fortalecimento da potencialidade transformadora da juventude.

O Laboratório de Inovação é realizado, anualmente, desde 2013. Na 3ª edição, com foco em inovações desenvolvidas no setor saúde, o objetivo foi apontar experiências que se destacaram em cinco eixos temáticos: proteger e cuidar de adolescentes na Atenção Básica, participação juvenil, integralidade das ações de saúde para adolescentes que estão no sistema socioeducativo, educação permanente de profissionais de saúde e interculturalidade de gênero. Das 73 inscrições, foram selecionadas 20 experiências desenvolvidas nos serviços de saúde que trabalham com adolescentes e jovens (10 a 24 anos), público que soma 51 milhões de brasileiros. Desde a primeira etapa de avaliações, o JA manteve-se em segundo lugar no quadro geral. 

Em 2018, o Juventude em Ação contemplará 50 escolas distribuídas em 17 municípios cearenses, beneficiando cerca de 30 mil estudantes. Este ano, o programa passou a integrar a Política de Desenvolvimento de Competências Socioemocionais do Governo do Ceará, iniciativa coordenada pela Secretaria de Educação do Estado (Seduc). A parceria entre as secretarias permitiu a expansão do programa para as diferentes regiões administrativas do Ceará. No período 2015–2017, o JA percorreu 27 cidades e 55 escolas, beneficiando cerca de 45 mil estudantes.

O programa envolve a realização de uma série de atividades educativo-informativas sobre prevenção às drogas, a partir da aplicação do jogo 'Na Trilha da Prevenção', com ampla participação dos estudantes. A implementação inclui, também, oficinas de capacitação e rodas de conversa entre profissionais de educação, familiares e lideranças locais. Os benefícios são multiplicados graças à formação de grupos de adolescentes mobilizadores sociais, experimentando, na prática, o protagonismo juvenil. Através do JA, a SPD busca a diminuição da iniciação e do uso contínuo de drogas lícitas e ilícitas entre os estudantes. Além disso, o programa contribui para a conscientização sobre direitos e deveres na vida cotidiana na direção de ações proativas e cidadãs. O JA também fortalece competências, potencialidades e habilidades para a vida por parte dos jovens, bem como a cooperação entre famílias, lideranças comunitárias, gestores e professores das escolas na ampliação de vínculos saudáveis e de relações de entre-ajuda.

Fonte: Fernando Brito/Assessoria de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)