domingo, 10 de junho de 2018

Ceará tem gasolina mais cara do Nordeste e 5ª mais alta do Brasil


O temor dos brasileiros de que o litro da gasolina chegaria a R$ 5 parece mais próximo a cada semana. Em Crateús, no Sertão Cearense, por exemplo, o caminho está curto: entre domingo (3) e este sábado (9), o preço médio mais alto do Estado foi encontrado lá, a R$ 4,91, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A gasolina no Ceará, aliás, é a mais cara do Nordeste e quinta mais alta do Brasil, com valor médio de R$ 4,78.

No ranking das 13 cidades cearenses cujos preços foram levantados pela ANP, Crateús é seguida por Caucaia e Juazeiro do Norte, onde a média do litro da gasolina ficou em R$ 4,82. Fortaleza aparece como a 7ª mais careira, com média de R$ 4,79 em 101 postos pesquisados. Em último lugar, com combustível mais barato, está Limoeiro do Norte, com valor de R$ 4,57.

Em toda a Região Nordeste, o Ceará ocupa o topo da lista, seguido por Alagoas, R$ 4,69; Bahia, R$ 4,64; Piauí, R$ 4,61 e Pernambuco, R$ 4,59. Os valores do litro do combustível mais baratos em território nordestino foram encontrados no Maranhão, a R$ 4,31; Paraíba, R$ 4,34; Sergipe, R$ 4,41; e Rio Grande do Norte, R$ 4,53.

A nível nacional, a média de preço entre os 217 postos pesquisados no Estado só ficou mais barata do que nas localidades do Acre, R$ 5,038; Rio de Janeiro, R$ 5,016; Minas Gerais, R$ 4,90; e Goiás, R$ 4,837.

Diesel

O insumo que gerou paralisação dos caminhoneiros em todo o País ainda não sofreu a redução de R$0,46 acordada pelo Governo Federal, pelo menos no Ceará. Segundo os dados da ANP, o preço médio do litro do diesel reduziu R$ 0,36 da semana passada para a atual, caindo de uma média de R$ 4,010 para R$ 3,653.

Fonte: Diário do Nordeste