terça-feira, 1 de agosto de 2017

Mulher traída é processada por amante no Paraná

Uma mulher decidiu se vingar do marido de uma forma bem diferente: ela divulgou uma conversa entre seu companheiro e a amante dele no WhatsApp, distribuindo panfletos em Apucarana, no Paraná.
“Procuro homem casado”. Essas eram as palavras que chamavam a atenção dos pedestres que passavam pelo centro da pequena cidade, localizada a 369 quilômetros da capital Curitiba.
Não bastasse os folhetos divulgando a história, ela contratou um carro para distribuir os papéis por todo o município, inclusive passando em frente ao trabalho e a faculdade onde a jovem amante cursa Direito. A traída chegou até a criar um perfil falso no Facebook com o intuito de fazer o caso repercutir ainda mais.
A moça que se envolveu com um homem casado teve que parar de frequentar as aulas dada a intense polêmica criada com o affair. Irritada, ela procurou a Polícia Civil da cidade. A mulher traída será processada e pode responder criminalmente por injúria e difamação, além de ter que pagar indenização na esfera cívil.
A esposa enganada admitiu ter feito os panfletos contra a amante. Um Termo Circunstanciado de Ocorrência foi encaminhado para o Juizado Especial Criminal. O delegado José Aparecido Jacovó, chefe da 17ª Subdivisão Policial, afirmou que o juiz deve determiner uma pena menor, como o pagamento de cestas básicas ou prestação de serviços comunitários.
No fim, quem pode se dar mal é a esposa que passou de vítima para acusada.

Fonte: Yahoo Brasil