sexta-feira, 21 de julho de 2017

Operação contra o tráfico de drogas é realizada pelas Polícias Civil e Militar em Iguatu

Vinte e oito mandados de busca e apreensão expedidos em decorrência de investigações sobre o tráfico de drogas foram cumpridos, nesta quinta-feira (20), em uma operação efetuada pelas Polícias Civil (PCCE) e Militar (PMCE) do Estado do Ceará. A ofensiva se desenvolveu na cidade de Iguatu – Área Integrada de Segurança 21 (AIS 21) – e também resultou nas prisões de três pessoas. Entre elas, está um paraibano foragido de sua terra natal. Mais de 100 agentes de segurança participaram da operação e os procedimentos policiais foram registrados na Delegacia Regional da cidade. 

Os 28 locais vistoriados ficam em Iguatu e dois deles pertencem a Erike Rômulo de Menezes Fialho (20), que não possuía antecedentes criminais, e a Francisca Paula do Carmo (48), que responde por tráfico de entorpecentes. Durante cumprimento dos mandados de busca nas residências dos suspeitos, os policiais apreenderam munições calibre 38 e 21 celulares de origem duvidosa, entre outros materiais, na casa de Erike. No imóvel da mulher, os agentes de segurança encontraram 40 gramas de maconha, cerca de R$ 200 trocados (caracterizando o comércio de drogas), eletrônicos como notebooks e alguns celulares, com comprovações de roubo.

Erike foi autuado em flagrante por posse ilegal de munição e, Francisca Paula, por tráfico. Outros dois homens foram autuados em Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) por contravenção penal e no artigo 29 da Lei dos Crimes Ambientais. O suspeito preso preventivamente trata-se de Jerry Adriano dos Santos Clementino, natural do Estado da Paraíba – onde possuía um mandado de prisão em aberto por um homicídio cometido em 2013. Ele residia em território cearense há cerca de sete meses. 

Todos os procedimentos policiais foram registrados na Delegacia Regional de Iguatu. Os agentes de segurança que atuaram na operação são de várias cidades da região. A Polícia segue as investigações no sentido de inibir o tráfico de drogas e o uso ilegal de armas de fogo na área.


Fonte: SSPDS