terça-feira, 11 de abril de 2017

Exame conclui que corpo encontrado é de Débora Lohany

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por meio da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), informou que foi finalizada, na tarde desta segunda-feira (10), a análise do DNA do corpo de criança encontrado, na última sexta-feira (07), em um terreno na Avenida Almirante Henrique Sabóia (Via Expressa).  O laudo pericial, confeccionado pelo Núcleo de Perícia em DNA Forense da Coordenadoria de Análise Laboratorial Forense (Calf) da Pefoce, aponta que o DNA do corpo encontrado na última sexta-feira (07) combina com o DNA coletado de Daniele de Oliveira Santos, mãe da menina Débora Lohany de Oliveira – desaparecida na noite do dia 27 de março último. O exame deu positivo para o parentesco entre mãe e filha.
Os peritos trabalharam durante todo o fim de semana para que o resultado ficasse pronto no menor espaço de tempo possível. Outros exames periciais ainda estão sendo realizados no sentido de coletar o máximo de informações possíveis para auxiliar o trabalho desenvolvido pela Polícia Civil. Ainda estão sendo produzidos o laudo cadavérico e realizados exames nos objetos encontrados junto ao corpo. 
A Polícia Civil do Ceará, por meio da Delegacia de Combate a Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa), com apoio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIP), realiza investigações no sentido de identificar e prender o responsável pelo crime. 
O caso
Na última sexta-feira (07), o corpo de uma criança foi encontrado por garis em meio ao lixo. A Polícia Militar foi acionada e isolou a área. Desde então, passou a circular a informação de que o corpo poderia ser de Débora. Daniele Oliveira, mãe de Débora Lohany, reconheceu os pertences encontrados com o corpo da menina. Segundo ela, o chinelo era o mesmo usado por Débora no dia do desaparecimento.
Relembre
Débora sumiu no último dia 27 de março, enquanto brincava com amigos na avenida Raul Barbosa, em Fortaleza. De acordo com o relato de testemunhas, a criança foi levada por um homem sem um dos braços para um matagal e desde então, não foi mais vista. Buscas foram realizadas pelas forças de Segurança e populares, mas nada foi encontrado.
Fonte: Cnews