sexta-feira, 21 de abril de 2017

Boatos de ataque do Comando Vermelho em Quixadá encerram sessão de vereadores

A sessão ordinária desta quinta-feira (20) na Câmara de Vereadores de Quixadá foi interrompida às pressas. O motivo, segundo a presidência da Casa Legislativa foi de que naquele momento, quando os parlamentares municipais estavam reunidos membros da facção criminosa Comando Vermelho estariam atacando a cidade, inclusive haviam acabado de atear fogo em uma viatura da Enel, antiga Coelce.
A Polícia Militar e a Polícia Civil informaram à reportagem do Diário do Nordeste que nenhum ataque foi registrado na cidade. Desde os incidentes na capital, Fortaleza, os efetivos das duas corporações estão ainda mais atentos a qualquer movimento na cidade. “São boatos espalhados através das redes sociais. A população deveria colaborar não espalhando essas notícias falsas“, ressaltou o delegado plantonista em Quixadá, Salviano de Pádua.
No momento em que os vereadores interrompiam a sessão e o público saia das dependências da Câmara Municipal o delegado estava lavrando o auto de prisão em flagrante de Mizael Carlos da Silva Brito. Ele foi preso por equipes do  BPRaio no bairro Campo Novo com drogas, maconha, crack e cocaína. O dois comparas dele, um armado com uma escopeta calibre 12, fugiram quando os policiais militares chegaram na boca de fumo.

Ainda de acordo com a Polícia, quando foi preso Mizael Carlos estava com um Alvará de Soltura. Ele havia saído recentemente da cadeia pública de Quixadá, onde estava preso por porte ilegal de arma de fogo.
Fonte: Diário do Nordeste