terça-feira, 7 de março de 2017

Assassino de compositor de Léo Santana e Kannário manda WhatsApp para família

O assassino do cantor e compositor Felipe Yves Magalhães Gomes, 21 anos, mandou um áudio para a família do jovem para avisar do crime. De acordo com um amigo da vítima, a mensagem foi enviada para o WhatsApp do primo do músico na noite desta segunda, 6.
Felipe foi morto de forma brutal no início da tarde do mesmo dia. Mas ele, que foi semi-degolado, não tinha sido identificado pela polícia inicialmente. Portanto, seus parentes desconheciam que ele estava morto.
A família do jovem não tinha notícias de Felipe desde às 22 horas de domingo, 5, quando ele deixou a casa da mãe após receber uma ligação. Eles chegaram a telefonar para o músico no dia seguinte, mas o celular dele foi desligado por volta de 12 horas, antes da morte dele.
Choque
O assassinato de Felipe surpreendeu a família, já que, segundo eles, o músico não tinham envolvimento com a criminalidade. "A gente está querendo entender até agora o que aconteceu, quando é uma pessoa envolvida com droga a gente espera tudo, mas quando é um menino bom, de família ...", pondera a tia do rapaz Bárbara Tassiana de Jesus, 44.
Bárbara chama atenção também para a forma como Felipe foi morto. "Mataram meu sobrinho como se tivesse matando um cachorro, quebraram braço e costela". Ele também foi baleado no braço.
A polícia ainda investiga a motivação do crime. Chegou a circular informações de que ele teria sido morto por vingança por supostamente um primo do jovem ter matado um traficante, mas a informação foi negada pela tia de Felipe. De acordo com ela, nenhum familiar do músico tem envolvimento com crimes.
Ela também não entende porque o jovem estava na Boca da Mata, já que não tinha amigos e familiares na região. O corpo dele foi encontrado em uma região controlada pela facção Bonde do Maluco (BDM).
Compositor
Felipe Yves ficou conhecido pelas composições "Depois de nós, é nós de novo", de Igor Kannário e "Bota o bumbum dela no paredão", do cantor Léo Santana. Apesar do sucesso no pagode, Felipe publicou no dia 19 de fevereiro em sua conta do Facebook que ia deixar de cantar e compor canções desse ritmo musical para se dedicar apenas à música gospel.
O corpo de Felipe será enterrado nesta terça, às 17 horas, no Cemitério Bosque da Paz.
Fonte: A Tarde