terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Piloto do avião que levava Teori disse que esperaria fim da chuva para pousar

A Aeronáutica confirmou na noite desta segunda-feira (23) que os técnicos conseguiram acessar material arquivado no gravador de voz da cabine do avião King Air que se acidentou na última quinta-feira (19), matando o ministro do STF Teori Zavascki.
O conteúdo da gravação, que até então não havia sido divulgado por sigilo sobre as investigações, foi anunciado, em parte, pelo Bom Dia Brasil, nesta terça-feira (24).
No áudio divulgado pelo noticiário, o piloto fez comentários sobre mau tempo e afirmou que teria que esperar a chuva passar para pousar.
aparelho sofreu danos pelo contato com a água do mar, mas eles não foram graves a ponto de impedir o acesso aos dados. O equipamento grava os últimos 30 minutos de conversa na cabine do avião.
Investigações
O aparelho, chamado de CVR, chegou a Brasília na manhã do último sábado (21) e está sob os cuidados do Labdata (Laboratório de Análise e Leitura de Dados de Gravadores de Voo), do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).
Acidente
A aeronave caiu no mar perto da cidade de Paraty (RJ), na última quinta-feira (20). Além do ministro Teori Zavascki, que era relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, morreram o piloto e os outros três passageiros que estavam a bordo.
Fonte: Diário do Nordeste