segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Homem defende gay e é espancado até a morte em estação do Metrô de SP

Um homem de 54 anos foi espancado até a morte na noite deste domingo (25) dentro da estação dom Pedro II, da linha 3-vermelha do Metrô paulista, na região central de São Paulo.

A polícia afirmou que o ambulante Luiz Carlos Ruas foi agredido por dois homens na área livre do mezanino, próximo à bilheteria da estação. O crime teria acontecido por volta das 20h50. A polícia apura um possível envolvimento de um grupo de intolerância na autoria do crime.

De acordo com testemunhas, a dupla teria ido urinar nas plantas do lado de fora da estação quando um morador de rua, que seria homossexual, reclamou. Ruas tentou defender o morador de rua e, segundo a polícia, houve desentendimento e o ambulante correu para se proteger dentro da estação, onde foi agredido com vários golpes.

O Metrô informou que os seguranças prestaram os primeiros socorros e encaminharam o vendedor ambulante para o pronto-socorro Vergueiro, onde não resistiu aos ferimentos e morreu.

A Secretaria de Segurança Pública informou que já obtiveram as imagens da câmera de segurança do Metrô para ajudar na investigação. O caso foi registrado no 78°DP (Jardins) como homicídio qualificado e será investigado pelo 1°DP (Sé).

Fonte: Folha de São Paulo