domingo, 1 de setembro de 2013

Na cidade menos populosa do país, jovens migram em busca de emprego

Desde quinta-feira (29) Serra da Saudade(MG) é, oficialmente, a menor cidade do país. Segundo os dados de população divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município de 825 habitantes agora ocupa a posição que durante 23 anos foi de Borá, no interior paulista – e a intensa emigração dos jovens do município do Centro-Oeste mineiro pode ajudar a manter este quadro.

A cidade tem 335 quilômetros quadrados de extensão territorial, o mesmo tamanho de Belo Horizonte. Em Serra da Saudade as casas não são muradas, os carros dormem nas ruas, que são 5, e as janelas amanhecem abertas quando está calor. Os moradores  se orgulham da tranquilidade. “Aqui é um pedacinho do céu, não penso em deixar esse lugar hora nenhuma”, afirma a dona de casa Sabrina Gonçalves, de 25 anos.
Fundada em 1963, a cidade tem a prefeitura como principal fonte de renda para os trabalhadores: 180 pessoas são empregadas pela administração e ganham, em média, um salário mínimo.
Segundo a prefeita, Neusa Maria Ribeiro, a agropecuária aparece em segundo lugar como gerador de empregos, com predominância para a pecuária, principalmente gado de corte.