domingo, 13 de agosto de 2017

Taxista é morto a tiros 10 dias após assassinato de sua filha na Cidade 2000, em Fortaleza

Um taxista foi morto a tiros neste sábado (12) no ponto táxi onde ele trabalhava no Bairro Cidade 2000, em Fortaleza. O crime ocorreu 10 dias após sua filha, uma adolescente de 14 anos, ser assassinada dentro de casa no mesmo bairro.

O taxista foi assassinado a tiros no momento em que lava o carro no ponto de taxi, que fica próximo à delegacia do bairro. O homem chegou a ser socorrido por seu irmão, mas não resistiu e morreu.

Até o momento, ninguém foi preso. A polícia está investigando o caso.

Adolescente assassinada

O taxista era pai de Camile Ribeiro, de 14 anos, que foi morta na quarta-feira (2) junto com o seu namorado, de 22 anos, dentro de casa na Cidade 2000. Segundo a polícia, o namorado de Camile já havia sido preso por homicídio e tráfico de drogas e estava com um mandado de prisão em aberto.

Investigações da polícia apontaram que ele estava jurado de morte por desafetos. A suspeita é que a garota tenha sido morta como queima de arquivo.

Fonte: G1