sábado, 10 de junho de 2017

Número de roubos e furtos também cresceu no Ceará em maio

Além dos homicídios, o número de roubos e furtos também cresceu no Ceará em maio deste ano, se comparado com o mesmo mês de 2016. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, foram registrados 7.707 furtos no mês passado em todo o estado, 5,6% a mais que em maio de 2016.

Já o número de furtos ficou em 5.510 ocorrências no período, um crescimento de 4,6%, conforme os dados oficiais da pasta.

Para o secretário da Segurança, os crimes aumentaram devido a mandados de chefes de facções que partem de dentro das prisões.

"Diversos deles já são conhecidos, na verdade é algo que se está trabalhando em relação ao sistema penitenciário. É realmente conseguir neutralizar essas lideranças. Também a gente lideranças nas ruas, é partir pra cima dessas lideranças, das pessoas que são os grandes mandates desses crimes. Vamos passar a utilizar essa tropa que a gente não utiliza tanto e a gente pode usar essa força contra essas lideranças", afirmou.

Apreensão recorde de armas

O resultado positivo apresentado pelo Governo do Estado foi em relação à apreensão de armas de fogo, que teve recorde em maio. Os agentes de segurança apreenderam 657 armas em maio; o recorde anterior havia sido em janeiro deste ano, com 619 apreensões.
Em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando foram apreendidas 482 armas, houve um aumento de 36,31%.

Homicídios

O Ceará teve em maio 471 homicídios, o maior número desde que o estado passou a adotar a atual metodologia de contagem de assassinatos, com base nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs).

Conforme dados divulgados nesta sexta-feira (9) pela secretaria, foram 471 assassinatos em todo o Ceará no mês anterior. Em março de 2014, o segundo maior índice da série histórica, foram 469 homicídios, conforme os registros oficiais da Secretaria de Segurança Pública.

Os dados divulgados nesta sexta pela SSPDS mostram também que o maior aumento da violência foi em Fortaleza, embora tenha havido expansão dos assassinatos em todas as regiões do estado.


O Ceará acumula 1.824 mortes em 2017, 22% a mais que o mesmo período do ano passado. Entre fevereiro e maio do ano passado, o Ceará apresentava 1.495 homicídios.

Fonte: G1