terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Espírito Santo registra mais de 60 assassinatos e 200 furtos

Apesar da presença da Força Nacional e de militares, os moradores da Grande Vitória preferiram não se arriscar e deixaram as ruas vazias, nesta terça-feira (7).

Desde o último sábado (4), quando os PMs entraram em greve, mais de 60 pessoas foram assassinadas. Também foram registrados assaltos em pontos de ônibus e muitos flagrantes de roubos de carros. Já são 200 ocorrências na delegacia de furto de veículos da capital, informou o UOL.
Sem ônibus e com a Polícia Militar em greve, o comércio se manteve fechado em uma espécie de feriado forçado.
O secretário de Segurança Pública capixaba, André Garcia, informou que um novo contingente deve chegar ainda hoje.
"Estamos garantindo a segurança para que a vida volte ao normal", disse, qualificando a suspensão do serviço de policiamento como "um movimento irresponsável".
Fonte: Notícias ao Minuto